Uma oração a ter presente constantemente no coração:

''Eu Estou entregue nas mãos de Deus.
Eu Sou Divinamente guiado/a e protegido/a
E em mim e por mim é feita a Divina Vontade.
Eu sirvo e manifesto a LUZ , Agora e Sempre!''

3.10.09

Formas de Prece segundo o Livro de Urantia

5. OUTRAS FORMAS DE PRECE
Segundo o Livro de Urantia

http://www.urantia.org/portuguese/o_livro/02por144.htm


De quando em quando, durante o restante da sua permanência na Terra, Jesus trazia ao conhecimento dos apóstolos várias outras formas de prece, mas o fez apenas como uma ilustração para outras questões, e determinou que essas “preces em forma de parábola” não deveriam ser ensinadas às multidões. Muitas delas eram de outros planetas habitados, mas Jesus não revelou esse fato aos doze. Entre essas preces estavam as seguintes:


Pai nosso, em Quem consistem todos os reinos do universo,
Que o Teu nome seja exaltado e Todo-glorioso seja o Teu caráter.
A Tua presença nos engloba, e a Tua glória manifesta-se
De modo imperfeito, por nosso intermédio, e, no alto, é mostrada em perfeição.
Dá-nos, neste dia, as forças vivificadoras da luz,
E não nos deixes errar pelos desvios malignos da nossa imaginação,
Pois Teu é o residente glorioso, o poder eterno,
E, nossa, é a dádiva eterna do amor infinito do Teu Filho.
Assim seja, na verdade eterna.
Pai nosso criador, que estás no centro do universo,
Outorga a nós a Tua natureza e dá-nos o Teu caráter.
Faça de nós Teus filhos e filhas por meio da graça,
Que o Teu nome seja glorificado por meio da nossa eterna realização.
Dá o Teu espírito ajustador e controlador, para viver e residir dentro de nós.
E que possamos fazer a Tua vontade nesta esfera, como os anjos cumprem os Teus comandos na luz.
Sustenta-nos neste dia, no nosso progresso dentro do caminho da verdade.
Livra-nos da inércia, do mal e de todas as transgressões pecaminosas.
Sê paciente conosco, assim como nós mostramos bondade e amor aos nossos semelhantes.
Derrama o espírito da Tua misericórdia nos nossos corações de criaturas.
Conduze-nos pela Tua própria mão, passo a passo, nos labirintos incertos da vida,
E, quando vier o nosso fim, recebe os nossos espíritos fiéis no Teu próprio seio.
E assim seja feito o Teu desejo, não o nosso.
Pai nosso celeste, perfeito e reto,
Guia e dirige a nossa jornada deste dia.
Santifica os nossos passos e coordena os nossos pensamentos.
Conduze-nos sempre nos caminhos do progresso eterno.
Sacia-nos de sabedoria, até a plenitude do poder
E vitaliza-nos com a Tua energia infinita.
Inspira-nos com a consciência divina
Da presença e da orientação das hostes seráficas.
Guia-nos sempre para cima, na senda da luz;
Inocenta-nos plenamente no dia do grande julgamento.
Faze-nos à Tua semelhança, na glória eterna
E recebe-nos, no alto, para o Teu serviço perpétuo.
Pai nosso, que Te mantém em mistério,
Revela-nos o Teu caráter santo.
Faze, neste dia, que os Teus filhos na Terra
vejam o caminho, a luz e a verdade.
Mostra-nos a direção do progresso eterno
E dá-nos a vontade de caminhar para ele.
Estabelece, dentro de nós, a Tua soberania divina
E concede-nos o domínio pleno do ego.
Não nos deixe enveredar pelos caminhos das trevas e da morte;
Conduze-nos eternamente nas águas da vida.
Ouve esta nossa prece, por amor da Tua própria causa;
Contenta-te em fazer-nos cada vez mais semelhantes a Ti.
E afinal, pelo Filho divino,
Recebe-nos nos Teus braços eternos.
E assim, seja feita a Tua vontade, não a nossa.
Glorioso Pai e gloriosa Mãe, unificados em um progenitor único,
Gostaríamos de ser leais à vossa natureza divina.
Que viva de novo em nós a vossa pessoa
Por meio da dádiva e do outorgamento do vosso espírito divino,
Que só imperfeitamente imita a vós, nesta esfera,
Tal como vós vos mostrais em perfeição e em majestade, no alto.
A cada dia, dai-nos a vossa doce ministração de fraternidade
E conduzi-nos, a todo momento, na direção do serviço ao amor. Sede sempre e firmemente pacientes conosco
Assim como nós somos pacientes com os nossos filhos.
Dai-nos a sabedoria divina de fazer todas as coisas bem,
Dai-nos o amor infinito, que é a graça de toda a criatura.
E concedei-nos a vossa paciência e a vossa bondade amorosa
Que a nossa caridade possa envolver os fracos deste reino.
E, quando a nossa carreira acabar, fazei dela uma honra ao vosso nome,
Um prazer para o vosso espírito de bondade, e uma satisfação para aqueles que ajudam a nossa alma
Não como desejamos nós, nosso Pai de amor, mas assim como vós desejardes, para o eterno bem dos vossos filhos mortais,
Que assim possa ser.
Ó Fonte nossa Toda-fiel e Centro nosso Todo-Poderoso,
Reverenciado e santo seja o nome do vosso Filho tão cheio de graça.
As vossas bondades e as vossas bênçãos têm descido sobre nós,
Dando-nos poder para fazer a vossa vontade e para executar a vossa ordem.
Dai-nos, a cada momento, a sustentação da árvore da vida;
A cada dia, refrescai-nos, com as águas da vida do vosso rio.
A cada passo, conduzi-nos para fora das trevas e para a luz divina.
Renovai as nossas mentes, por meio das transformações do espírito residente,
E, quando o fim mortal finalmente vier sobre nós,
Recebei-nos junto a vós e enviai-nos à eternidade.
Coroai-nos com os atributos celestes do serviço fecundo,
E nós glorificaremos o Pai, o Filho e a Santa Influência.
E que assim seja, em um universo sem fim.
Pai nosso que habitas em locais secretos do universo,
Honrado seja o Teu nome, reverenciada seja a Tua misericórdia e respeitado seja o Teu julgamento.
Que o sol da retidão brilhe sobre nós ao meio-dia,
Enquanto nós Te suplicamos que guies os nossos passos incertos sob o crepúsculo.
Conduze-nos com a Tua mão, nos caminhos da Tua escolha
E, quando o caminho for duro e as horas forem de trevas, não nos abandones.
Não nos esqueças, assim como nós muitas vezes Te esquecemos e Te negligenciamos.
Mas sê misericordioso e ame-nos como nós Te desejamos amar.
Do alto, olha-nos com bondade e perdoa-nos com misericórdia Como nós perdoamos, com justiça, àqueles que nos magoam e que nos ofendem.
E possam o amor, a devoção e o dom do Filho excelso
Tornar disponível a vida eterna, com a Tua misericórdia sem fim e com o Teu amor.
Que o Deus dos universos possa conceder-nos a medida plena do Seu espírito;
Dá-nos a graça de submeter-nos à condução desse espírito.
Pela ministração de amor das Tuas devotadas hostes seráficas
Que possa o Filho guiar-nos até o fim da idade.
Faze-nos sempre, e cada vez mais, semelhantes a Ti
E, quando do nosso fim, recebe-nos no abraço eterno do Paraíso.
Assim seja, em nome do Filho a nós enviado
E para a honra e glória de Ti, Pai Supremo.


Embora os apóstolos não fossem livres para apresentar essas lições sobre a prece nos seus ensinamentos públicos, eles aproveitaram muito de todas essas revelações para as suas experiências religiosas pessoais. Jesus utilizou esses e outros modelos de preces, como ilustrações, nas instruções íntimas dadas aos doze. E uma permissão específica nos foi concedida, para que transcrevêssemos essas sete amostras de orações neste registro.

http://www.urantia.org/portuguese/o_livro/02por144.htm

http://www.urantia.org/portuguese/o_livro/indice.htm#Parte4

..

Sem comentários:

Enviar um comentário