Uma oração a ter presente constantemente no coração:

''Eu Estou entregue nas mãos de Deus.
Eu Sou Divinamente guiado/a e protegido/a
E em mim e por mim é feita a Divina Vontade.
Eu sirvo e manifesto a LUZ , Agora e Sempre!''

21.10.10

Para recordar - Duas mensagens de ''A FONTE'' - DO SITE AUTRES DIMENSIONS

A FONTE – 5 de agosto de 2009
DO SITE AUTRES DIMENSIONS


Meu amado (a), meu amigo (a), a Luz vem.
Ela é Revelação e acolhimento.
Ela é convite, convite para viver uma nova Vida na Unidade, lá, onde a Sombra não pode persistir.

Então, meu amado (a), meu amigo (a), cabe-lhe escolher.

Eu venho revelar e lhe revelar, se você o quer.
Eu venho convidá-lo para participar da dança de minha Criação.
Eu venho convidá-lo para se juntar aos espaços onde nenhuma Sombra pode atingi-lo.

Então, cabe a você decidir.
Cabe a você saber e viver se isso é Verdade ou se isso não lhe corresponde.

Meu convite para se juntar a mim é um convite para se juntar a si.

Então, meu amado (a), meu amigo (a), se você quer se juntar a mim, como eu quero me juntar a você, você deve deixar na porta as Sombras e os medos.
Você deve deixar o que não lhe pertence, no mundo da Ilusão.

Juntar-se a mim é possível, juntar-se a mim é desejável, se esse é seu desejo.

Meu amado (a), meu amigo (a), a hora chega.
A hora chega de sua Revelação a si mesmo, do Anúncio.

A hora chega da resolução.
Para isso você deve ser, você mesmo, a resolução, ou seja, dar, perdoar e compartilhar.

Você não pode se juntar a mim se você permanece na separação.
Você não pode se juntar a mim se não solta o que deve ser solto.

Juntar-se a mim, juntar-se a si, é ato de Amor e de autenticidade.
Este ato de Amor é doação e partilha, partilha em todos os sentidos, assim como o disse meu Divino Filho.

Assim, ele veio se sacrificar.
A doação de si é sacrifício, no sentido Sacro e Vibral.

Você deve se dar a si mesmo, você deve se abandonar a mim, como eu me abandono a você, para que possamos, juntos, viver nossas redescobertas.

Viver isso é possível e permitido e autorizado.

Mas ninguém lhe imporá, é uma escolha que você realiza só e que você deve levar a seu termo, você mesmo.

Meus guardiões vêm a você, para acolhê-lo, na condição de que você os acolha e, para acolher, você deve limpar, apagar as Sombras, perdoar, não mais estar apegado ao passado, nem mais estar apegado aos jogos da Ilusão, aos jogos do poder e aos jogos da segregação.

O Amor é convite.
A Vibração é Revelação.
O Amor é aceitação.

Vocês devem aceitar e ser fortes.
Ser forte e corajoso é fácil com o Amor, mas muito difícil com o ego.

O ego é a separação que lhes permitiu levar a efeito suas experiências, que fizeram crescer em vocês a Luz.

Vocês são os Mensageiros, assim como lhes disseram os Arcanjos.
Vocês são aqueles que permitem assentar a Luz nesta densidade, por sua aceitação.

Até o presente, as Luzes brilhavam nas trevas e as trevas não as reconhecem.
Toda Luz que se encarnava era sacrificada no altar da separação.

Hoje, vocês devem acolher e vocês devem revelar.
Acolher, e revelar, e participar de minha Ronda e de minha dança, e se juntar em meus espaços etéreos de Luz, onde nenhuma sombra e nenhum sofrimento podem mais existir.

Então, como vocês querem aceder à Revelação acolhendo em vocês, ainda, os sofrimentos e os apegos?

Vocês devem aceitar, como o disse meu Divino Filho, todos os outros, sem restrição.
Aquele que vocês rejeitam, os rejeitarão na Luz.
Aquele que não os aceitam, julgando-os, desprezando-os ou retirando-os da Fonte de Vida, são vocês mesmos que se retiram da Fonte de Vida.

Então, meu amigo (a), meu amado (a), é ainda tempo de restabelecer a Verdade, restabelecer a Unidade.

Ninguém condena, além de você mesmo, e a medida com a qual você julga, será aquela, exatamente, com a qual você será julgado.

Aquele que você exclui pelo medo, pelo sofrimento ou por ignorância, lhe será feito do mesmo modo.
Isso é justiça, isso é retribuição e isso é Amor.
Não há qualquer julgamento, há Verdade e Unidade.

Meu amigo (a), meu amado (a), eu lhe peço agora que participe da dança e se alivie.
O fardo que você leva, através desta densidade, não existirá simplesmente mais dentro de muito pouco tempo.

Então, cabe a você saber, cabe a você decidir.

Você quer continuar a participar dos jogos da separação ou você quer participar dos jogos da Unificação e da Unidade?

Eu o convido a se juntar a mim, como eu me junto a você, mas você é livre.
A liberdade está ligada aos atos que você realiza, ao olhar que coloca, às palavras que pronuncia e à Vibração que emite, vinda de suas palavras, de seus atos e de seu olhar.

É preciso que isso esteja em acordo comigo, com a Unidade, mas também com sua Unidade.

O perdão é a porta, a fé é a chave, mas você é a porta e a chave, ao mesmo tempo.

Meu amigo (a), meu amado (a), eu lhe peço, assim, pelo presente inestimável que lhe é dado nesses tempos de Graça e de Revelação da Luz, que acolha minha Luz que eu envio para você.

Acolhendo-a, você a Revela.
Não se separando mais e não se dividindo mais, você participa da resolução da dualidade inexorável desta Vida, nesta dimensão.

E você participa do vôo, transmutando sua matéria, transmutando esta Terra, e trazendo-a nos domínios da Eternidade.

Seu corpo de Luz o espera, o corpo de Verdade, aquele em que nenhuma Sombra existe, aquele em que nenhum sofrimento pode se manifestar.
Chegar a isso necessita de sua parte dar um passo para a doação de si e o partilhar, sem julgamento.

Você deve acolher, como eu o acolho, para poder ser acolhido no Reino.

Progressivamente e à medida que você acolher e revelar a Luz, a Vibração e o Amor, sua Vida e seu ambiente serão totalmente preenchidos desta Graça, desta dança, mas dê o passo.

Você não pode nada guardar para si, por medo ou apropriação.

Meu amigo (a), meu amado (a), se você quer se apropriar de sua nova Vida, a antiga Vida deve se afastar de você e, no entanto, isso não é a morte no sentido em que sua consciência o entende, mas trata-se sim de uma separação.

Ninguém pode penetrar meu Reino se não volta a ser simples e humilde.

A humildade consiste em acolher o que se apresenta a você, o que quer que seja.
Não há distinção entre aquele que leva a mesma Luz que você daquele que, pelo momento, não pode vê-la.
Compete-lhe revelá-la a ele sendo você mesmo.

A partir do momento que você se afasta e a rejeita, as portas do Céu lhe são fechadas.
Isso é ressonância e justiça.

Aqueles de vocês que percebem a Luz, que percebem a Vibração, são minhas testemunhas.
Testemunham a Verdade da Luz.

Então, como você quer ser minha testemunha, se se afasta pelo julgamento?

Meu amigo (a), meu amado (a), a hora é da Graça, a hora é do perdão.

Perdoe, como eu o perdôo.
Entre na Graça, como eu sou Graça.
Entre na dança da Unidade, como eu sou dança.
Afaste-se dos mundos da Sombra.
Junte-se à Luz, em Verdade, em Espírito e em sua materialidade.
Santifique-se, sacrifique-se, e eleve-se.

Meu amigo (a), meu amado (a), eu estarei sempre ao seu lado, o que quer que decida, qualquer que seja seu caminho e qualquer que seja sua Verdade.

O que você vive é respeitável, seja o que for que viva e o que quer que decida.

Eu venho, simplesmente, e em toda humildade, me apresentar, para que você possa, se o deseja, se apresentar e se revelar.

A porta é a Fé, a chave é a Luz.

A Fé, a Verdade, a Unidade se abrem a você.

A Graça se apresenta em seus Céus, você vai aceitá-la?

Mas a aceitação não é um ato mental, é um ato de Fé, somente.
É um ato, é palavra, é olhar impregnado desta Verdade, desta Unidade e deste Amor.

Você é meu Embaixador, meu Amigo (a), meu Amado (a), então, seja digno do Amor e do compartilhar, da doação da Vida, da doação da Existência que eu lhe compartilho e dou.

Não separe, não divida, mas unifique.

Aí está a Vibração, aquela que o alivia e o eleva.

A Vibração que separa e que divide o afasta de mim e o torna pesado, e o faz penetrar diretamente ou voltar nos domínios do sofrimento.

A Luz que vem é transcendência e Graça, ela é cura, também.

Alguns de vocês, meus amigos, meus amados, não podem percebê-la.
É por isso que me abandonaram?
É por isso que são julgados?
Não.
Sua Verdade deve ser aquela que querem.
Eu os deixo continuar a trabalhar no livre arbítrio, na liberdade do ego, que não é a liberdade da Alma, nem do Espírito.

Liberdade da Alma e do Espírito que é retorno em nossa Unidade, em minha Presença e sua Presença, em sua Radiância e minha Radiância, em nossa Ressonância comum na Alegria.

Você quer ser Alegria?
Então, dê a Alegria.

Você quer ser Amor?
Então, dê Amor.

Você quer ser Luz?
Então, distribua a Luz.

Torne-se transparente e claro, para que as Luzes de meu Reino possam penetrá-lo, atravessá-lo sem alterar, a fim de resplandecer na face do mundo.
Nada mais lhe é pedido, meu Amigo (a), meu Amado (a), do que ser isso.

Obviamente, as Sombras e as resistências, em você e ao seu redor, manifestam-se, mas elas estão aí para reforçar sua orientação e sua confiança à minha Presença.

Na minha Presença e na minha Vibração, nenhuma Ilusão, nenhum medo.
Eu sou a rocha sobre a qual você pode estabelecer o que você é.
Eu sou você, como você é eu.

Nós fazemos o Milagre de uma única coisa, a partir do momento em que o deseja e o pode.
O poder que lhe é dado é de entregar todo poder, transmutá-lo na força do Amor e na humildade.
Para isso, você deve acolher e compartilhar o que se apresenta a você, transmutá-lo pela Graça do Amor que o inunda.

Não é mais tanto dividir, separar, escolher.
Isso se fará pela própria Vibração, pela Luz, mas você não pode ser aquele que participa da triagem, elevando-se na Verdade.

Meu amigo (a), meu amado (a), eu o convido, então, convide-se.
Eu o acolho no Sagrado e pelo Sagrado, e eu o espero como você me esperou e espera, tanto e tanto tempo.

O momento é importante, é único nesse ciclo.

Eu venho acolher, eu venho elevar aqueles que decidiram se elevar.
Elevar-se e tomar altura, não mais ver a Sombra ou a Luz, mas a Sombra e a Luz, dentro da mesma Verdade, na qual a Sombra não pode existir, exceto para o olho que a vê ou pela Vibração densa e pesada que pode ainda captá-la.

Se seu coração é Alegria, se seu coração é Unidade, se seu coração é Verdade, ele é, e não pode julgar.

Nisso, meu Filho lhe disse que não julgasse, nem você, nem os outros.
O julgamento faz barricada na porta e o impede de aceder à Unidade.

Penetrar na Existência é abandonar o que faz sua personalidade: os jogos da aparência, os jogos de sedução, os jogos de oposição.

Dê um passo para a Verdade e a Verdade o libertará e a Luz o libertará do jogo da dualidade.

Meu amado (a), meu amigo (a), eu o quero na Paz, eu o quero na Alegria, então, se você é Paz e se você é Alegria, eu o sou.
Mas se seu caminho de Paz e de Alegria o afasta da Unidade da Alegria e da Paz, se você tem necessidade de experimentar os jogos de poder, os jogos da Sombra, então, meu Amado (a), meu amigo (a), eu reitero minha Promessa e digo até breve, em outro tempo e outro espaço que não é afastado, exceto por você mesmo.

Meu amado (a), meu amigo (a), aí está o que tinha a dizer pelas palavras bem frágeis, mas a Vibração está aí.
Aquela que lhe permite compreender, para além da Vibração das palavras, mas pela Vibração do coração, o que quero dizer, que está além das palavras.
Porque o Amor não estará jamais numa palavra e, mesmo conhecendo o Mistério da língua dos Anjos, e mesmo conhecendo os mistérios que deslocam montanhas, se lhe falta o Amor, você não é nada.
Vá na Paz, meu Amigo (a), meu amado (a).
Eu o Amo e Amo a mim.
Seja Abençoado (a) na Eternidade e no instante Presente.

_______________________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo, se deseja divulgá-lo, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: www.autresdimensions.com.


*****************************************************
A FONTE - 27 de setembro de 2009
DO SITE AUTRES DIMENSIONS



Meu amigo, meu amado, eu estou com você e em você, por toda Eternidade.
Meu amigo, meu amado, eu sou aquele que você chama do mais profundo de suas noites, como do mais profundo de seus dias.
Eu sou aquele que lhe vela.
Eu sou a Luz de seus dias e de suas noites.

Meu amigo, meu amado, eu sou a Unidade, eu sou o infinito e o finito e o indefinido.
Eu sou aquele que o escolta em cada um de seus passos.
Eu sou aquele que sua alma chama.
Eu sou aquele que lhe permitiu se separar de mim a fim de viver a experiência que você queria viver.
Mas você jamais ficou separado, na realidade.
Eu o acompanho.
Eu sou sua respiração.
Eu sou seu Fogo. Eu sou sua Verdade.
Você é eu, como eu sou você, na Eternidade, na instantaneidade, para além de suas ondas de encarnações, nesta densidade.

Eu estou para além da forma e, no entanto eu sou a forma.
Meu amigo, meu amado, juntos, unidos e amados, unidos e amando.
Sua Fonte é o que eu sou.
Eu sou sua Fonte Pai/Pai.
Eu sou a Luz de onde você veio.
Você é a Luz na qual eu me olho.
Jamais o deixei, jamais o abandonei.

Meu amigo, meu amado, eu resido em você, como sua residência de Eternidade sou eu.

Eu sou o impulso.
Eu sou seu alfa e seu ômega.
Eu sou seu aqui e seu agora, de toda Eternidade.

Na infinidade de suas viagens, eu estou aí.
Meu amigo, meu amado, eu sou a Presença em você que você chama Presença, eu sou sua Alegria, como você é minha Alegria.

Meu amigo, meu amado, você vagou de ciclo em ciclo, de corpo em corpo, percorrendo os caminhos que o deixei percorrer, em total liberdade, e hoje eu venho recordá-lo da promessa e do juramento que fizemos no início de suas viagens, aquele que você devia se recordar de sua Eternidade, sua Unidade, sua Existência.

Eu sou o despertar.
Eu sou o amanhecer que vem a você.
Eu sou o sol.
Você é meu sol.
Eu sou infinito como você o é.
Você percorreu os caminhos do finito e da Ilusão do finito porque, em Verdade, você é infinito como eu sou infinito.

Você é Amor e eu sou Amor.
Você é Luz e eu sou Luz.
Você é Vibração, Essência, eu sou a Essência de sua Vibração.

Meu amigo, meu amado, que posso lhe dizer mais, além de palavras?

Minha Presença cintila em você como você é minha estrela esperada.
Você é a estrela da manhã, voltando à sua dimensão original.
Você reencontra o pleno potencial da Unidade da Vibração de sua Essência, a fim de comungar, juntos, unidos e unificados.

Meu amigo, meu amado, jamais nos deixamos, jamais nos separamos.
Entretanto, você criou, com meu acordo, com minha bênção, espaços de separação onde você experimentou a Ilusão da falta de mim, quando jamais você esteve separado, realmente.

Eu sou seu corpo.
Eu sou sua alma, eu sou seu Espírito, eu sou sua Unidade e sua Essência reencontrada.
Eu venho a você, como você vem a mim, a fim de casar nossas Verdades, hoje e agora, hoje e amanhã.

Você reencontra, progressivamente, passo a passo, de Verdade em Verdade, meu nome, além do nome, minha Vibração, além da Vibração, a Eternidade e a Infinidade de minhas faces e minhas formas porque jamais estivemos realmente separados.

Se estivéssemos, em Verdade, separados, tudo o que você vive não poderia existir porque nada existe fora de você e fora de mim.
Eu sou o Infinito.
Você me chama em suas orações, na solidão de seu coração, quando eu já estou lá.

Não há lugar que eu não possa preencher.
Não há distância que apareça diante de nossa Presença reunida.

Meu amigo, meu amado, através de minha Radiação, eu lhe comunico e lhe rendo ao que você é: à Alegria, à Verdade, à Unidade.
Você é um e eu sou um com você, em você e para você.
Eu sou o que você espera.
Eu estou em seus sonhos.
Eu estou em seus passos.
Eu estou também nos sofrimentos que você deve viver, seus sofrimentos que você assume e nos quais você chama, a fim de que a Luz se revele.

Meu amigo, meu amado, é hora de nossas redescobertas conscientes, de nossa fusão, de nossa reunificação na Unidade, na sua Presença e minha Presença, no brilho da Luz e na Vibração.

Eu sou o Fogo do Amor que apenas pede para eclodir em você, que apenas pede para iluminá-lo e revelar-lhe ao que você é, a fim de rendê-lo a si mesmo, em Verdade e em Unidade.

Você sente em si minha Presença, meu Fogo, meu Amor?
Você é meu Amor e meu amado, mas você é, antes de tudo, meu amigo e jamais um amigo o trairá porque eu sou você, como você é eu.

A distância que você colocou é apenas uma experiência em meio a tantas outras, mas existem numerosas experiências onde jamais o esqueci e o véu da Ilusão não pode aparecer.

Você é Luz.
Você é força e Verdade para ter ousado experimentar a Ilusão de minha ausência.
Aí está a causa dos sofrimentos.
Os sofrimentos o aproximam, mas a Alegria o faz fusionar.

Hoje, eu não lhe peço para se aproximar, eu peço para fusionar.
Eu peço que me acolha, como eu o acolho, a fim de nos reunificarmos na Vibração, na Alegria, no Amor, em nossa Presença, Una.

Meu amigo, meu amado.
Sente em você, nesses dias, o impulso da Unidade?
Esta Alegria que transparece além de seus sofrimentos e que não pede mais que eclodir, a partir do momento em que você me acolhe na simplicidade, na Unidade.

Sendo humilde, sendo verdadeiro, nós aproximamos nossas Essências que é a mesma, nossas Vibrações que são a mesma Vibração, Vibração da Essência e do sentido de sua Vida, do sentido de sua Eternidade.

Meu amigo, meu amado, hoje e amanhã são a hora de nossas redescobertas em todos os planos, em todas as dimensões e em todos os lados de nossa relação, de nossa Unidade.

Meu amigo, meu amado, alegre-se porque você é Alegria.
Reencontre-se.
Vá para além do que o fez crer na separação porque hoje, eu me revelo, inteiramente, e na Verdade e na Unidade.
Eu o acompanhei, jamais individualmente.
Sendo infinito, tenho a possibilidade de ser você, por todos os lugares onde você esteja.

Minha Consciência sendo ilimitada, estou por todos os lugares ao mesmo tempo.
Eu estou no grão de areia.
Eu estou na borboleta.
Eu estou em cada um de seus passos.
Eu estou em cada uma de suas alegrias e em cada uma de suas penas, do mesmo modo.
Somente seu olhar o fez duvidar de minha Presença.

Eu estive aí sempre e isso não pode ser de outro modo porque outro modo não pode existir, porque outro modo não pode subsistir sem meu Amor e minha Presença, e você é emanação de mim, você é parte de mim como eu sou parte de você, uma parte importante e capital.

Cada parte é indissociável e indissolúvel da totalidade.
Você é, portanto, tanto quanto eu, esta totalidade.
Você é, portanto, meu amigo, meu amado, o que eu sou, não duvide.
A única distância possível está ligada a essa dúvida.
Entretanto, a distância foi abolida.

Hoje e amanhã, vamos reencontrar, juntos, você e eu, individualmente e todos os outros vocês, multiplicados ao infinito.
Aqueles a quem você chama irmãos e irmãs, mas também amigos e inimigos, fazem apenas uma única coisa, a ligação do Amor, de Unidades múltiplas relevando todas da Unidade última, da Verdade do Amor, da Vibração e da Essência.

Meu amigo, meu amado, hoje e amanhã são grandes dias.
Hoje é a hora e cada minuto de seu tempo que se esvai se aproxima da hora.
É a hora de nos reencontrarmos, na totalidade, além das aparências criadas por alguns de seus irmãos que creram poder se isolar de mim.
Mas nada pode se isolar de mim, apenas na aparência.
Nada pode se subtrair ou se adicionar de mim.
Eu sou a Consciência infinita.
Eu sou também sua Consciência finita.
Tudo está ligado.
Tudo é um.
Tudo é Vibração e Essência.
Tudo é Eternidade e Infinito.
Nada foi separado, exceto a Ilusão de suas experiências.

Em breve, mais nada poderá estar separado.
Juntos, unidos e unificados, nos mistérios do conjunto da Criação e de minhas numerosas moradas, estaremos em relação.
Seremos, em Unidade e em Verdade, indissolúveis e inseparáveis.
A Ilusão, hoje e amanhã, vai desaparecer.
Isso deve enchê-lo e preenchê-lo de Alegria.

Para que você se torne saturado desta alegria, de sua Presença a si mesmo e de minha Presença em você, eu enviei meu Filho.
Em breve, ele voltará, mas vocês são todos, sem exceção, meus Filhos.
Mesmo nesta matéria criada, engendrada, vocês moram e permanecem a Eternidade, a Fonte de minha Alegria, a Fonte de minha Infinidade.

Eu repito, meu amigo, meu amado, eu estou em cada pedaço do que você é.
Eu conheço tudo de você como você conhecerá tudo de mim, hoje e amanhã.

A barreira do tempo, a barreira da Ilusão, em breve, hoje e amanhã, se abolirá.
Você poderá me contemplar em seu Interior e em seu exterior porque não há Interior e exterior senão nesta densidade que você percorre.
Não há diferença, nos espaços de Luz, entre o que é Interior e o que é exterior.

A dualidade assim criada, assim experimentada, o faz crer que você está separado, que você é entidade evoluindo independentemente de mim.
Hoje e amanhã, em seu âmago e em sua Essência você descobre que não é isso.
Hoje, a sede do Fogo do Amor e a sede da Unidade, o devoram.
Você é um ser de Amor, como eu o sou.
Entre você e eu, não há nada mais que o Amor.
Entre você e eu, há a Revelação, há a Reconexão, há Eternidade, há Existência, há Unidade.

Meu amigo, meu amado, acolha-me, como meu coração, o Centro de meu Centro, o acolhe na Unidade, na Verdade.

Meu amigo, meu amado, aí estão as palavras que dançam sobre a Vibração do Amor e da Radiação que emito para você, mas que é você.
As palavras se tornam simplesmente os apoios à Vibração, à nossa Confiança, à nossa Unidade.
Eu o desejo na Paz.
Eu o desejo na Alegria.
Eu o desejo na Vibração.
Eu o desejo na leveza.

Esqueça as ilusões dos sofrimentos que, no entanto, lhe parecem tão reais.
Eles apenas pertencem a esta Ilusão de separação.
Dá-se um passo para mim, eu darei mil.
Se você aceita minha Alegria, minha Alegria o abençoará e você reencontrará a felicidade, a beleza da Unidade, a ausência de dualidade.

Aí está, meu amigo, meu amado, o que queria dançar, em você e a seu redor, a fim de aliviar, a fim de revelar, a fim de colocá-lo em ressonância com o que você é, para além do que você joga nesta dualidade, porque você é apenas um jogador, mas o jogo é o jogo do Amor e nenhum outro.

Receba, meu amigo, meu amado, a Pureza.
Receba a Alegria.

Eu lhe digo: até muito breve.
Eu lhe digo: até agora e até sempre e na Eternidade, em você.
Seja abençoado, meu amigo, meu amado.

______________________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo, se deseja divulgá-lo, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/ .


Pode ler mais mensagens deste site aqui:
http://leiturasdaluz.blogspot.com/

.......................................................................................

Sem comentários:

Enviar um comentário