Uma oração a ter presente constantemente no coração:

''Eu Estou entregue nas mãos de Deus.
Eu Sou Divinamente guiado/a e protegido/a
E em mim e por mim é feita a Divina Vontade.
Eu sirvo e manifesto a LUZ , Agora e Sempre!''

1.6.11

NADA VOS TURBE ! - MENSAGEM DE MESTRA NADA

MENSAGEM DE MESTRA NADA


Mestra Nada pede que a leitura seja feita de preferência ao som da belíssima música  'Nada Te Turbe', com texto de Santa Tereza D'Ávila, em video de ritual católico, reverenciando a nossa unidade e irmandade com  todas as religiões planetárias. Esta é a sua bandeira: 'O Universalismo' e ' O Amor Incondicional' !. 


NADA TE TURBE

Nada te turbe;
nada te espante;
todo se pasa;
Dios no se muda,
la paciencia
todo lo alcanza.
Quien a Dios tiene,
nada le falta.
Solo Dios basta.
    



NADA VOS TURBE !


                         Em nome da amada presença EU SOU,  estando bem perto de vós, em corpo sutil,  pela absorção destas camadas etéricas de vosso planeta, e em comunhão estreita com nossa mensageira, quando nossas ondas mentais e nossas idéias perpassam o seu cérebro e a sua alma, almejamos glorificar ao Pai pela dadivosa oportunidade de falarmos hoje, de forma singela, sobre fé e esperança, à população de irmãos em plano terráqueo, e pela bem aventurança da indizível alegria espiritual por constatarmos os avanços de milhares deles, quanto à purificação de suas almas, muitas realmente empenhadas no ensejo de amar irrestritamente.

                A vida prossegue, queridos, a cada dia, com suas experiências  retificadoras, e proficuamente alicerçada em  incontáveis e benevolentes oportunidades de reajuste espiritual e progresso impostergável em vossa escada de ascensão .

                       O  Amor achega-se a passos céleres de vossa humanidade, aturdida por tantas intempéries planetárias, por tantos dissabores da odisséia ascensional  e como consequência natural de extremos desafios existenciais em múltiplas vidas. 

                     Quanto mais a natureza abala vossos corações, maiores frequências de amor se irrompem em vossas almas cansadas de testemunhos e provações, essas que vos tem burilado para  a suprema redenção de vossos seres, esperançosos no amanhã de paz e de descanso merecido.

            A romagem terrena não é fácil, mas as pedras que existem nas suas estradas- escola  tem propiciado a maturidade no vosso despertar e culminará em  um mais produtivo ‘caminhar’ ! 

                Os erros e os equívocos vos fazem repensar vossas escolhas e o tempo vai mostrando quais arestas de vossas identidades terrenas devem ainda ser aparadas, para maior ventura vossa, como espíritos libertos, logo mais.

              Falamos hoje sobre o que de mais perto possa causar esperança e alento aos vossos corações, pois temos auscultado a maioria deles, nesses dias de indecifrável sintomática espiritual e física, onde até mesmo verificamos a hesitação de muitos quanto a elegerem ou não certos ensinamentos apontados em vossos meios, e confusos, outros muitos, diante de paradigmas que não lhes parecem sólidos, nos quais os filhos da Terra possam se escorar e se direcionar.

              A sabedoria divina não erra e nunca se esquece de que seus filhos devem, em algum momento, serem robustecidos ou acalentados, e aliviados e esclarecidos em muitas ocasiões em que o desestímulo, decorrente de avassaladora tempestade de vibrações nefastas sobre vossas almas, apresenta-se insuportável para a grande maioria.

               O plano terrestre é cadinho de experimentações dos espíritos divinos que assim estabeleceram para si mesmos, como metas e propósitos de vida, os múltiplos caminhos a serem trilhados, a fim de que pudessem, o quanto antes, alçarem vôo sagrado e definitivo rumo às mansões dos reinos dos redimidos e iluminados pelo esforço da evolução.

                 Logo mais, queridos filhos de Gaia, sejam de que recantos estelares tenham provindo, logo mais, logo mais, tudo será paz profunda e felicidade sem medidas.

               Confiai no poder que a própria vida tem de preparar o vosso futuro.

                É um poder de transmutação de vossos antigos pendores em alianças eternas de fidelidade ao bem, ao amor e à  luz !

Não vos arvoreis em prantos intermináveis, e em vos impregnardes de tormentos internos, feitos de vossas desilusões, alargando, em maiores chagas morais, que vem se abrindo em muitos de vossos peitos já tão doloridos, as conjunturas existenciais, que somente assim se apresentam por ser Lei Divina diante de vossas necessidades evolutivas.

        Nem mesmo permitais que vossas mentes  sejam ainda mais congestionadas pelo desencanto e tristeza, pela desesperança e medo, pela insegurança quanto ao que despontará na Terra ou para vós, em algum momento.

O amanhã vos sorri e a ventura é a vossa  destinação !  

O amanhã é a eternidade da vida imortal, o porto seguro dos oprimidos e fustigados pelas adversidades da vida humana, em ritmos polivalentes, quando gemem vossos seres pela dor a que não mais de adequam vossos espíritos já clarificados pela luz da consciência cósmica universal.

Sede fortes e  confiantes !   

Basta vos envolverdes em pensamentos de gratidão pela atual e bendita seara que escolhestes, sempre para vossa redenção e libertação dos planos de experiências físicas, e dos  acertos e enxertos de vossos seres com subsídios que somente a matéria propicia diante de vossas próprias necessidades.

Nada vos turbe !

Nada vos atemorize !

Nada vos afaste de vossa idoneidade espiritual por revolta, por receios, por considerardes que a rota mais fácil será a melhor escolha...

Muitas vezes,  o caminho mais pacato é onde nada se semeia e nada se colherá !

A porta estreita é ainda um desafio e uma iniciação, amados...quando se vos medem as aptidões para o serviço crístico no orbe que elegestes para amar e servir. 

Caminho estreito é aquele que ainda deixa marcas em vossos seres angustiados, pois passais por eles dentre espinhos que se foram sendo semeados pelos vossos inimigos internos e externos, e por alguma circunstância que não vos alertou o suficiente enquanto desfrutáveis de paz, saúde e oportunidades facilitadas...

As paredes  simbólicas desses caminhos estreitos, labirintos de diversos testes de vossa fibra moral,  são ásperas...o ar às vezes vai rareando e a respiração fica difícil...

Viver, por vezes, torna-se absolutamente indesejável...

Aparecem, ainda, a vossa frente, inúmeras circunstâncias e aparentes fatalidades, dores, doenças, perdas materiais, desenlaces afetivos, desencarnes abruptos...

Tais são ainda as características comuns das  jornadas de maioria de vós, filhos do Pai, em trâmite evolutivo na Terra.

São jornadas regadas a prantos, com certeza... mas o esmeril das dores rudes vos afiança êxitos futuros, garante-vos a pacificação de vossos movimentos de orgulho e egolatria, de domínio de pessoas e de fatos que considerastes, um dia, estarem sempre sob o controle de vossas rédeas de poder efêmero.

As dificuldades terrenas, nos dias de hoje, meus amados filhos, podem ser os ensinamentos que vos faltava contemplar e compreender a bem de vossa burilação.

Podeis, no entanto, queridos, tudo transmutar, em forma de serviço operoso e divino pela implantação da luz no planeta...e assim, minorar desgostos e dulcificar momentos de nubladas e deprimentes  expectativas.

Podeis ainda ser semeadores da esperança e atenuar, pelo amor maior a cada criatura, o destino mais infeliz dos que renteiam convosco a existência.

Quanto ainda podereis realizar em cada situação planetária que deva ser mudada para o bem das coletividades humanas !

Não desanimeis ! 

Que nada vos turbe a alma tirando-vos o olhar de vossos propósitos altaneiros !

Confortai-vos vendo no vosso semelhante o alvo de vosso trabalho, de vosso amor... e, assim, as vossas dores serão suavizadas, pois quando o outro se elevou com vossa oração, com vossa doação e com vosso desforço em prol de seu alento e sua recuperação, o vosso ser mais rapidamente encontrará uma satisfação e um motivo de existir e se superar, suplantando os momentos de desalento...

Amados seres da Terra, tempos de muita paciência e chamados para a fé despontam no horizonte dos cenários de vossas encarnações... mas, tende esta fé !

Nada vos turbe ! 

Nada vos espante ! 

Nada vos faça desistir da prática do amor incondicional e da busca pela abundância de luz em vossas caminhadas pelas existências na Terra .

Nas vossas próximas paradas migratórias no Cosmos havereis de observar e vos alegrar com a imensidade de rastros de luz deixados pelos vossos seres enquanto a vida vos pulsou no peito valente, nos vossos dias de experiências terrenas.
Sede serenos e bondosos, no hoje de vossos seres...

Sede amorosos e provedores na dificuldade dos vossos semelhantes...

O amor sempre será a fórmula miraculosa de encontrardes alimento sutil às vossas almas sedentas de algo que as realize verdadeiramente .

O amor é como um bálsamo que tudo cura, acalanta e revivifica !

Sede amorosos também com vossas próprias almas, dando a vossos corpos aquilo que eles precisam em cada circunstância da vida.

Vosso corpo precisa de combustível energético, tal qual o condutor de vós nas ruas de vossas cidades.

Esse combustível é a provisão de condições satisfatórias para o vosso fortalecimento ante as adversidades de toda hora...

Pode ser ele a educação de sua movimentação...

Que seja mais sereno o vosso passo se assim precisar ser...

Que seja mais rápido, se assim se apresentarem momentos em que seja preciso que ressusciteis das cinzas...

...antes de decisões impróprias, de fugas descompensadoras, de opções menos saudáveis para vossas vidas...

Pode ser também que ele precise do calor do afeto, do abraço de irmandade ou do amor de um ser que vos seja um esteio emocional...

Aprendei a serdes bons para vós mesmos !

Respeitai as vossas reservas de energia e aproveitai-as de forma equilibrada.

Nutri-vos de elementos e alimentos que gerem saúde e energia, e que tragam harmonia das funções orgânicas.

Observai a alegria da natureza, a cantiga das fadas nos bosques, as vozes em coro dos templos de oração...

Valorizai os momentos desta sagrada experienciação de vida terrena, meus queridos filhos da Terra, pois ela , em breve, passará... 

Olhai para os rostos de vossos filhos e vossos pais, e amai-os !

Vede nos olhares carentes de vossos amigos e parentes o caminho estreito por onde trilhareis para a vitória da luz em vossa história planetária !

Não façais a opção pela indiferença e pela negligência ! 

Amai !
O amor vos suprirá de esperança...vos dará batidas sincrônicas nos vossos peitos ofegantes !

A moeda que vos falta , e que vos causa tanta tormenta  invisível, em breve chegará na forma de bênçãos divinas misericordiosas,  através de mensageiros dos quais não tendes conhecimento que estão escalados para moverem as pedras em vosso benefício. 

Esperai sempre na Providência Divina, sendo a vossa parte cumprida de forma meritória !

Vossos filhos, da mesma forma, queridos, com os quais tanto vos preocupais, estando aparentemente desviados de forma irremediável, nunca estarão abandonados.

Eles estarão sob o manto divino, e para onde quer que eles venham a ser conduzidos, a luz paternal os amparará, pois a Bondade do Pai é maior do que o vosso amor por eles...

Confiai que não estais, também, sozinhos, e que nunca sereis deixados na obscuridade dos momentos aflitivos que, por vezes, muito vos assustam ou vos desesperam, por muito tempo.

Sempre, sempre, o Pai, através de Seus próprios augustos raios de Justiça e Misericórdia, e por meio de ações planejadas de todos nós, pelo Seu bendito aval, nós, bilhares de seres de Luz no universo, entre santos e guerreiros,  cobriremos  a vós de providências espirituais à altura de vossos investimentos honrosos por vós mesmos e pelos vossos semelhantes, no peso e no quilate de ouro divinal que merecerdes.

Até a última ovelha desgarrada o Pai buscará !

E nós, que somos os pescadores de almas, que não descansaremos enquanto não forem todos os seres divinos, em lamentações e desafios, pescados deste rio de iniquidades terráqueas, seremos vossos escudeiros também, nas horas graves que vos estiverem destinadas.

Mesmo que partam para longe de vossos olhares todos os vossos queridos, nós os iremos acompanhar... e resgatar o mais brevemente possível....pois a eternidade faz serem muita rápidas as experimentações planetárias, amados...

Nada vos turbe...nada vos impressione ! 

Tudo passará !

Não percai, também, meus amados,  mais tempo em discussões estéreis e em juízos de valor sobre fatos e pessoas.

Olhai o tempo que corre, os ponteiros que avançam nos relógios humanos e apressai-vos em serdes melhores exemplos de conduta entre vossos pares.

Se rios de lágrimas ainda atordoam os vossos dias, em vendo-se tantos acontecimentos cotidianos, antes que tenhais que ser frios e distantes, aquilatai o quanto podereis fazer e então, fazei !

O ato de agir em prol de algo ou alguém tomará a vez de vossa indignação e o amar tomará a vez de vossa dor por terdes que trilhar na Terra ao lado de tantas misérias.

Elas todas também passarão, pois o Pai não fez nada permanente... a  ‘Impermanência’  é a Sua sábia Lei de a tudo proporcionar mudança e solução !

Por isso, filhos, avante !

Não se turbe o vosso coração, disse o Mestre !

Estamos juntos nos vossos caminhos e ouvimos vossos mais recônditos clamores, sempre e a qualquer instante.

Não vos abandonaremos !

Confiai !

Tempos de dor ainda marcam vossas  jornadas...mas tempos de amor vos esperarão !

Rompidos  serão para todo o sempre os grilhões do ontem que vos vinham sabotando a essência de luz suprema portada por vossos seres desde a vossa criação. 



Sejam vossos caminhos, doravante, após íngremes terrenos palmilhados, ornados de flores perfumadas, na leveza de tempos mais complacentes, desimpedidos e iluminados, rumo às fagueiras promessas de radiantes novos dias no além de vossa imortalidade.

Deixo-vos résteas de luz do universo em meio a pétalas de minhas rosas rubidouradas colhidas dos jardins celestiais...

A paz seja convosco, agora e para toda a eternidade  !
                   
Na luz glorificada do Amor mais sublime que me enlaça a vós,



                                            MESTRA NADA


Mensagem telepática a Rosane Amantéa em 31 de maio de 2011, em Londrina, Paraná, Brasil.
 2011@Rosane Amantéa 

Esta mensagem pode ser compartilhada desde que os direitos autorais sejam respeitados citando o autor e o link   
Obrigada por incluir o  link do site do autor quando repassar essa mensagem.

---

Sem comentários:

Enviar um comentário