Uma oração a ter presente constantemente no coração:

''Eu Estou entregue nas mãos de Deus.
Eu Sou Divinamente guiado/a e protegido/a
E em mim e por mim é feita a Divina Vontade.
Eu sirvo e manifesto a LUZ , Agora e Sempre!''

16.9.13

Autores Espiritas - Ernesto Bozzano




Apresentação da biografia de Ernesto Bozzano


Nasceu em 9/01/1862, em Gênova, Itália e desencarnou em 24/06/1943, na mesma localidade. Professor da Universidade de Turim.

Ernesto Bozzano foi um dos mais eruditos sábios dos últimos tempos e dado o seu inusitado interesse pelo estudo do Espiritismo em cujo afã dedicou metade de sua profícua existência de 81 anos e merece o cognome de "O Grande Mestre Ciência da Alma".

Este grande Gigante do Espiritismo se aprofundou na Codificação Kardequiana  trazendo um grande avanço no conhecimento da vida espiritual.

Leia mais aqui:

LIVROS DE ERNESTO BOZZANO




Pode descarregar todos os livros aqui:

http://www.autoresespiritasclassicos.com/Autores%20Espiritas%20Classicos%20%20Diversos/Ernesto%20Bozzano/LIVROS%20ESPIRITAS%20GRATIS.htm










































(alguns dos títulos listados são publicações póstumas)

  • Hipótese espírita e teoria científica, 1903;
  • Dos casos de identificação espírita, 1909;
  • Em defesa do Espiritismo, 1927;
  • A Crise da Morte, 1930-52;
  • Investigação sobre as manifestações supranormais, 1931-40;
  • Xenoglossia, 1933;
  • Dos fenômenos de bilocação, 1934;
  • Dos fenômenos de possessão, 1936;
  • Animismo ou espiritismo?, 1938;
  • Povos primitivos e manifestações paranormais, 1941-46;
  • Dos fenômenos de telestesia, 1942;
  • Música transcendental, 1943;
  • De mente a mente, 1946;
  • Os mortos voltam, 1947;
  • Literatura de além-túmulo, 1947;
  • As visões dos moribundos, 1947;
  • Luzes no futuro, 1947;
  • Guerra e profecias, 1948;
  • A psique domina a matéria, 1948;
  • Os animais têm alma?, 1950;
  • Pensamento e vontade, 1967;
  • Os fenômenos de transfiguração, 1967.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ernesto_Bozzano


Ernesto Bozzano (Gênova, 9 de janeiro de 1862 — 24 de junho de 1943) foi um professor de filosofia da ciência na Universidade de Turim e pesquisador espírita italiano 1 .
Dedicou-se primeiramente à filosofia científica, interessando-se sobretudo pelas idéias do inglês Herbert Spencer (1820-1903). Em 1891 começou a se ocupar da telepatia e do espiritismo, assuntos que interessavam àquele tempo tanto estudiosos da Europa quanto da América 2 .
Desde então, Bozzano dedicou-se inteiramente, em completa solidão e até sua morte, ao estudo da metapsíquica.
Mais que experimentador foi um pesquisador, organizador e comentador (sob este aspecto freqüentemente considerado pouco crítico3 ) dos fenômenos relativos à riquíssima literatura metapsíquica do seu tempo, na qual a relação dos visionários, dos crédulos, dos mitômanos e dos charlatães era, por larga margem, mais numerosa que a dos estudiosos sérios 2 .
Bozzano publicou cinqüenta e duas obras que tratavam de cada área e de cada aspecto da metapsíquica: telepatia, psicocinese, mediunidade em geral, etc.
Trocou uma densa correspondência com os maiores representantes da metapsíquica dentre os quais cientistas de valor como os físicos ingleses William Crookes e Oliver Lodge e ofisiologista francês Charles Richet.
No V Congresso Espírita Internacional, que ocorreu no ano de 1934 em Barcelona, foi o presidente de honra4 .
Até sua morte, esse estudioso solitário, que tinha dedicado grande parte da sua vida à tentativa de dar ao espiritismo um caráter científico, deixou uma biblioteca de metapsíquica das mais ricas da Europa, hoje conservada pela "Fondazione Biblioteca Bozzano - De Boni", de Bolonha.
A sua cidade natal - Gênova - deu o seu nome a uma rua.

Sem comentários:

Enviar um comentário