Uma oração a ter presente constantemente no coração:

''Eu Estou entregue nas mãos de Deus.
Eu Sou Divinamente guiado/a e protegido/a
E em mim e por mim é feita a Divina Vontade.
Eu sirvo e manifesto a LUZ , Agora e Sempre!''

8.6.14

Síndrome do Pânico X Mediunidade - Nadya Prem

Síndrome do Pânico X Mediunidade


Eu sofri muito com as crises denominadas como Síndrome do Pânico a partir de minha adolescência e toda minha busca espiritual se iniciou ativada por esse gatilho.

Taquicardia, falta de ar, dor ou desconforto no peito, formigamento, tontura, tremores, náusea ou desconforto abdominal, embaçamento da visão, boca seca, dificuldade de engolir, sudorese, ondas de calor ou frio, sensação de irrealidade, despersonalização, sensação de iminência da morte.

Não existem causas científicas para o problema e a psiquiatria trabalha através de hipóteses, tratando os sintomas com medicamentos antidepressivos e ansiolíticos junto à psicoterapia.

As crises repetidas desses sintomas desagradáveis podem acontecer a qualquer instante sem qualquer explicação aparente.

Muitos associam as crises de pânico a um alto e constante grau de ansiedade, mas quem sofre desses sintomas, sabe muito bem que nenhuma situação de estresse se compara à crise.

Quando estamos ansiosos podemos ter alguns sintomas típicos, mas a despersonalização que acompanha uma síndrome de pânico e o medo iminente de morte caracteriza uma descompensação vibratória comum aos médiuns de incorporação e psicofonia.

Se não, os sintomas de despersonalização e medo de morte iminente, identificam um desequilíbrio psicológico, pelo qual a pessoa em situação de depressão acaba por desestruturar seu corpo energético.

Quando nos sentimos depressivos, descontentes, magoados, mal amados e não temos um suporte suficiente para nos libertarmos das amarras do vitimismo, podemos provocar a nossa despersonalização e descompensação vibratória, porque nos sentimos infelizes com nossas vidas, com o que somos. É como se fugíssemos de nós mesmos.

O uso de drogas, as crises de violência e raiva e alguns traumas também podem fazer surgir a síndrome, além dos ataques obsessivos de espíritos sofredores desencarnados.

Importante é notar que seja qual for a causa, ela sempre provocará umrasgo no véu fluídico que nos separa do mundo espiritual.

O tratamento ideal para a chamada Síndrome do Pânico, é o reajuste dos corpos energético e astral do paciente, através de técnicas próprias.

A despersonalização é uma sensação que a pessoa tem de estar perdendo sua personalidade, de não ser mais ela mesma. Essa sensação é a perda temporária de seu ego e de sua consciência egóica. Por isso a despersonalização provoca tanto medo.

Perder a consciência de si é como a morte do ego. Os esquizofrênicos lidam com a despersonalização de uma forma muito corriqueira.

O limite que separa a esquizofrenia da mediunidade desenvolvida, é que o médium bem treinado, conscientemente deixa que sua personalidade se afaste para que outros espíritos se manifestem e com total controle do episódio que, quando queira, pode voltar a si.

Os medicamentos alopáticos apenas entorpecem os sentidos mais sutis e não curam. além de criarem dependência física e psicológica.

No inicio do desenvolvimento mediúnico aprendemos com as emanações fluídicas mais grosseiras dos espíritos que se encontram em sofrimento. À medida que amadurecemos, vamos compreendendo as emanações mais sutis dos nossos guias espirituais.

Todos nós nascemos, morremos e renascemos tantas e quantas vezes necessárias. Somos um conjunto de personas, evoluindo através das encarnações sucessivas e da iluminação das sombras recalcitrantes.

Eu prefiro chamar a Síndrome do Pânico como Descompensação Vibratóriaque produz uma série de sintomas associados aos centros nervosos e chacras, influenciando todo o sistema endócrino e a liberação hormonal.

Para os médiuns que já nascem com essa peculiar composição, a cura significa o amadurecimento mediúnico, pelo caminho do autoconhecimento e das práticas transpessoais.

Sem nenhuma conotação religiosa, a descompensação vibratória e a mediunidade são um fato que precisa ser corajosamente enfrentado; não com medicamentos, mas com amor e transformação pessoal.

Hoje, tenho segurança mediúnica e maturidade para compreender a grandiosidade que há além dos preconceitos médicos e suas limitações, dos orgulhosos materialistas e suas falsas provas científicas.

Nadya Prem

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Quem já passou por isto ou tem na família quem passe, sabe o difícil que é esta situação.
 Meus agradecimentos a Drª. Nadya Prem. 

Sem comentários:

Enviar um comentário