Uma oração a ter presente constantemente no coração:

''Eu Estou entregue nas mãos de Deus.
Eu Sou Divinamente guiado/a e protegido/a
E em mim e por mim é feita a Divina Vontade.
Eu sirvo e manifesto a LUZ , Agora e Sempre!''

4.2.11

Imaginar, Criar , Manifestar - Por Geoffrey Hoppe



Uma das maiores dúvidas entre os Shaumbra é: "Como eu posso manifestar minhas criações e idéias?" Este artigo foi desencadeado por uma recente conversa  sobre este mesmo tema.

O processo de criação consciente, muitas vezes começa com uma idéia inspirada. Você pode estar no chuveiro e de repente acontece uma explosão de inspiração para compor uma nova canção, construir uma ratoeira mais aperfeiçoada, desenvolver uma solução para um novo software, ou abrir um restaurante sem igual. Poderia ser uma idéia que ajuda a humanidade ou apenas resolve um problema menor em sua vida. Poderia ser algo que tem o potencial para fazê-lo rico ou trazer-lhe fama, ou apenas algo que provoca a sua paixão.

Esta inspiração é um momento decisivo. Chegou a partir do seus próprios reinos do "sonho". Em outras palavras, você tem imaginado e explorado essa inspiração em outras esferas, em sua própria zona criativa onde a maioria das idéias nascem. Agora você abriu a sua consciência em sua realidade humana para se "lembrar" dessa idéia. Esses momentos geralmente são preenchidos com exaltação, fluxo, euforia, otimismo e capacidade de ver o grande quadro. A inspiração é tão dinâmica que você quase pode provar e sentir.



A idéia tem pairado em torno de suas esferas criativas apenas esperando pela oportunidade certa para entrar em sua mente consciente. Nos reinos criativos, a idéia não foi atravancada por densas limitações 3D ou pelas realidades humanas. A idéia era como um pássaro livre, não limitada pelo tempo, pelas fontes de recursos financeiros, processos humanos ou medo de rejeição. Foi só uma idéia brilhante, em estado natural à espera de nascer.

O que acontece depois é crucial: Você pode manter a idéia de fora nos reinos não-físicos, ou você pode optar por iniciar o processo de manifestação. A capacidade de fazer uma escolha clara e consciente neste momento é um dos fatores mais importantes na manifestação. A maioria das pessoas, ainda eufórica por seu insight ou percepção, falha ao fazer essa escolha. Em seguida, o processo de manifestação começa a ficar mental / limitado, e a idéia flutua de volta ao reino criativo sem nunca ter uma chance real de se tornar parte da experiência de realidade humana.

Fazer uma escolha clara para manifestar, juntamente com as suas energias apaixonadas, aterra a idéia para esta realidade física. Agora as energias associadas a esta podem começar a recolher outras energias de apoio neste reino. Em outras palavras, pode começar a se conectar com outras pessoas e recursos que irão ajudar no processo de trazê-la à vida. Muitas idéias nunca vêem a luz do dia porque o criador mantém as suas energias nos outros planos dimensionais, em vez de aterrá-las aqui na Terra.

Quando chego a este estágio eu costumo pegar meu bloco de notas e começo a escrever as idéias. Eu resisto à tentação de ficar mental ou limitado. Eu não me preocupo a respeito de onde o tempo ou o dinheiro virá. Eu simplesmente deixo a idéia se expandir no papel, sem sequer tentar organizar os pensamentos. Vou anotar as palavras-chave, desenhar pequenas coisas, e gravar minhas idéias aleatórias. Às vezes eu encherei uma dúzia ou mais páginas com rabiscos e anotações.

Então eu coloco tudo de lado por alguns dias. Isso permite que a idéia de comece a incubar nesta realidade, sem que minha mente remende nada, ou sem se aprofundar em todas as razões as quais isso não pode ser feito. Quando eu volto à idéia alguns dias depois eu tenho uma noção bem fundamentada do potencial intuitivo e uma melhor compreensão da minha própria vontade e desejo de fazer isto acontecer. Este é outro ponto de decisão importante: estou pronto para me empenhar no projeto ou eu estou contente em deixá-lo ir de volta aos reinos criativos?

Supondo que eu decida prosseguir a idéia, eu a lanço de volta ao sentimento original quando a primeira idéia irrompeu para fora. Eu preciso ter esse sentimento plantado firmemente para que eu possa utilizá-lo mais tarde, quando os rigores 3D do projeto tendem a me atormentar.

Agora é a hora para manifestar. Dependendo da idéia, talvez você precise de dinheiro, de assistência profissional, de tempo e paciência para escrever um livro, ou ajuda de marketing ... e a lista por ai vai em diante. É fácil ficar sobrecarregado neste momento, se perguntando como você vai aplicá-los juntos. Em vez de deixar isso bloqueá-lo, comece a comer o elefante, uma mordida de cada vez. Quando você se depara com um beco sem saída com um aspecto da criação, focalize-se em outro. Entre na Internet e comece a pesquisar. Você vai se surpreender com a maneira que a sua intuição o guia para os sites certos. Comece a falar com pessoas que possam oferecer alguma orientação, ou que possam conhecer outras pessoas para que possam encaminhar você. Não se desespere quando o projeto parece que vai demorar o dobro do tempo e custar duas vezes mais do que você esperava. Normalmente é assim.

A partir da experiência pessoal, posso dizer que quase todos os grandes projetos terão contratempos. Alguém que não vem da maneira que você esperava que seria. Uma questão jurídica ou contábil vem à tona. Suas finanças se esgotam rapidamente. É fácil jogar suas mãos para cima em frustração neste momento, e até mesmo querer saber se isso foi apenas uma idéia louca. Esta é a hora de voltar para a euforia inicial que você sentiu quando a idéia surgiu.

Trazer idéias para esta realidade é uma arte. Todo mundo fica inspirado em um momento ou outro em sua vida, mas poucas pessoas realmente podem vê-las passar para a manifestação. Seu maior medo é que ela não vai funcionar, mas um verdadeiro Criador percebe que isso realmente não importa. A verdadeira alegria está no processo de criar. A maioria das pessoas desistem quando se deparam com alguns obstáculos, mas o verdadeiro Criador percebe que os obstáculos são apenas novas oportunidades para aprimorar suas habilidades de criador.

Eu amo a criação porque ela me lembra que, bem, que eu sou um criador. Cerca de metade das minhas idéias na minha vida adulta têm sido bem sucedidas, e a outra metade caiu ao longo do caminho. A maioria das idéias envolvia outras pessoas, em algum momento no processo, e outras foram idéias simples que eu poderia manifestar sozinho. Uma idéia surgiu em um dia durante um almoço com um cliente. Nós literalmente registramos rapidamente algumas anotações no verso de um guardanapo. Hoje, essa idéia é uma empresa com mais de 300 empregados, que é a maior provedora de internet e serviços de comunicações para aeronaves. Outra idéia, desenvolvida em conjunto com Joe Rumbolo e minha esposa Linda, está atualmente em processo de gestação e entrará em manifestação em menos de um mês. É a Zona do Despertar, uma rede de rádio internacional para notícias e informações espirituais.

Não há nada como a alegria de criar! Compreender os princípios básicos leva embora um monte de medo e incerteza. Você começa a perceber que não tem nada a ver com ser inteligente ou sorte. Tem tudo a ver com deixar-se ser um Criador.


Tradução: Silvia Tognato Magini    silvia.tm@uol.com.br








----

Sem comentários:

Enviar um comentário