Uma oração a ter presente constantemente no coração:

''Eu Estou entregue nas mãos de Deus.
Eu Sou Divinamente guiado/a e protegido/a
E em mim e por mim é feita a Divina Vontade.
Eu sirvo e manifesto a LUZ , Agora e Sempre!''

28.3.11

:: CUIDADO COM MENSAGENS FALSAS NA INTERNET ::




Reparem nesta mensagem que  Rodrigo Romo tem no seu site:




:: CUIDADO COM MENSAGENS FALSAS NA INTERNET ::
Olá pessoal,

SOMENTE AS MENSAGENS ASSINADAS POR MIM POSTADAS NESTE SITE POSSO ATESTAR A VERACIDADE.

QUALQUER MENSAGEM EM MEU NOME QUE NÃO ESTEJA NESTE SITE PODE NÃO SER REALMENTE DE MINHA AUTORIA (JÁ ENCONTREI VÁRIAS NA INTERNET), INCLUSIVE LIVROS PARA DOWNLOAD QUE NÃO SÃO MEUS.

Sites oficiais para divulgação de meu material e cursos/palestras:


www.shinkara.es - Espanha


Um abraço,

Rodrigo Romo



ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
Ora bem, perante estas informações, que devemos fazer aqueles cuja missão era difundir as mensagens da Luz? Desistir? 

Usar discernimento. Pois é. 

Até que ponto conseguimos discernir se uma mensagem está adulterada ou não?

A sombra está infiltrada na Luz? Parece óbvio. 

Enganos e mais enganos. 

A mentira vem de cima, a mentira vem de baixo, a mentira nos rodeia.

Os lobos mascarados de cordeiros são mais que as mães... E se apresentam em todas as frentes.

Perante esta realidade que devemos fazer?

ABRIR OS OLHOS. 
ABRIR O CORAÇÃO.
USAR O DISCERNIMENTO TANTO QUANTO NOS FOR POSSÍVEL.

DESISTIR DE PROCURAR A VERDADE? JAMAIS!!!!

NÃO DESISTAM! 

POR MUITA MENTIRA, POR MUITO ENGANO, POR MUITA ILUSÃO QUE SE APRESENTE NÃO DESISTIREI DE PROCURAR A VERDADE.

DEIXO AQUI LINKS, ENDEREÇOS, INDICAÇÕES DE AUTORES, DE LIVROS,  DE CANAIS, DE MESTRES. MEU CAMPO DE PESQUISAS. 

SEMPRE DE MENTE ABERTA. 

TENHAM CUIDADO COM A MENTIRA. 
A SOMBRA SABE MASCARAR-SE DE LUZ. A FALSA LUZ.


AS CARTAS ESTÃO EM CIMA DA MESA. 
MAS JÁ SABEMOS QUE NEM TODAS SÃO DE LUZ VERDADEIRA. 


ESTÁ EM CAUSA A NOSSA LIBERTAÇÃO.  O OBJETIVO DA SOMBRA É DESALENTAR, DESILUDIR, DESENCANTAR, ENGANAR, APRISIONAR.

CUIDADO COM AS MENSAGENS FALSAS 
CUIDADO COM OS CANAIS FALSOS 
CUIDADO COM OS MESTRES FALSOS
CUIDADO COM OS PROFETAS FALSOS
CUIDADO COM OS FALSOS RELIGIOSOS

MAS DESISTIR DA LIBERTAÇÃO, NUNCA!

...


NAMASTÊ
Vórtice11


----

Mensagem "Caminhando rapidamente até 2012" não é de Sathya Sai Baba



   

ORGANIZAÇÃO SRI SATHYA SAI

CONSELHO CENTRAL DO BRASIL / COORDENAÇÃO DE DIFUSÃO


Rua Pereira Nunes, 310 - Vila Isabel - Rio de Janeiro/RJ - CEP:20.511-120

www.sathyasai.org.br   -  Tel: (21)
2288-9508

CONS.DIF.21.10; 07 de agosto de; 2010.

Aos Coordenadores de Difusão dos
Comitês e Coordenadores Regionais

C/c: Presidentes de Comitês,
Conselho Central Executivo, Presidentes Fundação Sai e Instituto Sai de
Educação, Coordenador Central da Região 23 e Chairman Zona 2B




"O AMOR é a minha forma
A VERDADE é a minha respiração
A FELICIDADE é a minha comida

Minha vida é Minha mensagem
Expansão é a Minha Vida"

Stahya Sai Baba

Queridos irmãos em Sai, Om Sai Ram!

Swami, no começo de sua missão, nos dizia: "Minha Vida é a minha Mensagem.". Hoje Ele nos diz: "A sua vida é a Minha Mensagem.". Por isso, todos somos parte integrante da missão do Avatar, nunca duvidem deste privilégio que nos foi dado.

Em um sentido mais amplo, todos nos tornamos difusores da Mensagem Divina e assim sendo, todos temos de estar atentos às mensagens que passamos, sejam em nossas ações, falas, ou mesmo nos meios digitais em emails, blogs, tweeters, etc.

Neste momento o mundo passa por uma experiência única, nunca foi tão fácil se comunicar! Ao simples clicar de um botão podemos conversar com pessoas em qualquer lugar do mundo e, o mais incrível, sem mesmo sairmos de nossas casas. Mas em um mundo de dualidades, precisamos estar arraigados na mensagem do nosso amado Baba, como expresso no pensamento do dia 06 de agosto de 2010:

"A flor de lótus nasce na água, flutua sobre a água, mas não fica molhada. Você também deve estar no mundo da mesma forma — nele, por ele, para ele, mas não dele. Essa é a característica especial da educação mais elevada (Vidya), prepará-lo para esse papel. Ou seja, com o coração imerso no Divino e as mãos ocupadas no trabalho, você deve viver assim na terra. O Amor não deve degenerar em um artigo de comércio. O Amor preenche a si mesmo com Amor."

Vemos nos meios de comunicação um clamor por mudanças, por transformações, mas infelizmente nossos irmãos não conseguem perceber a sutil transformação que acontece na humanidade e acabam colocando as notícias de forma exagerada ou mesmo caóticas. Mudanças sempre ocorreram e continuarão a ocorrer, mas como Sai nos diz, "Porque temer se Eu estou aqui?".

Difusores da Mensagem Divina, lembre-se: vocês são parte de uma Organização que tem como meta o Amor, a transformação interior. Fiquem atentos às mensagens atribuídas a Baba, avaliem seu teor, meditem sobre os ensinamentos do nosso Mestre e reflitam sobre a sua veracidade. Se mesmo assim ficarem em dúvida, consultem os Dirigentes desta Sagrada Organização, eles estão aqui a serviço de Sai para atender aos devotos Dele.

Pedimos atenção ao Comunicado em anexo do nosso irmão José Cabezas, em nome de Leonardo Gutter, sobre esse tipo de email que está circulando na Internet.

 Contamos com a compreensão e com o apoio de todos e, caso alguém tenha alguma dúvida ou queria conversar a respeito, é só nos escrever: difusaoccbr@sathyasai.org.br.

 No serviço a Sai,
Equipe de Difusão do Conselho Central do Brasil

Sai Ram:

Nosso irmão Leonardo Gutter, Membro do Conselho de Prashanti e que se encontra neste momento no Ashram de Sai Baba, solicita por meio de mim aos devotos, difusores e Centros e Grupos Sai, que NÃO SE DIFUNDA mais um e-mail que vem circulando chamado: "Caminhando rapidamente até 2012" com um texto que Fala de profecias maias, de mudanças vibracionais, deslocamentos de pólos magnéticos, etc. etc, tudo próprio da tendência atual de sustentar o tema de fim de tempos, fim do mundo, fim de épocas, etc, ao que atribuíram o nome de "Sai Baba" como autor.

Sathya Sai Baba, confirma Leonardo, nunca expressou publicamente nenhum tipo de mensagem semelhante, e Ele disse que não transmitirá notícias inquietantes nem perturbadoras. Prometeu-nos Que virá um tempo de paz e ao mesmo tempo, nos disse que não há nada que temer, pois parte de Sua Missão é proteger Seus devotos.

Chamamos os mesmos para que  empreguemos o discernimento e saibamos reconhecer
quando um texto atribuído ao Avatar NÃO é autêntico Dele
. Para isso  devemos utilizar as ferramentas que Ele nos deu, nossas orações, o serviço aos demais e o sério e detalhado estudo de Suas verdadeiras mensagens. Um texto como o comentado que pedimos NÃO difundir, é claro que NÃO é de Sua autoria.

Por outro lado, a Organização Sathya  Sai da América Latina, como em todo o mundo, mantém um seleto grupo de DIFUSORES OFICIAIS, de quem devemos receber as mensagens de Baba com toda a confiança, pois eles difundem unicamente os documentos e textos de comprovada autenticidade relacionados com Swami ou assuntos de Sua Organização Latino-americana.

Leonardo pede a quem atribuiu o Divino Nome de Sai Baba a esse texto, que se  abstenha de fazê-lo no futuro, pois gera confusão sobre a real missão que está desenvolvendo Bhagavan Sri Sathya Sai Baba.

Com gosto fazemos do "SSB: Amor em Ação" este esclarecimento e solicitamos aos Difusores Oficiais que retransmitam o mesmo.

No serviço a Sai.
José Cabezas

V.P. Conselho
Centro-americano.


------------------------------------------------
Mais informações sobre Sathya Sai Baba_

-----
ªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªª


26.3.11

EQUINÓCIO DE MARÇO DE 2011: O NASCIMENTO DA CONSCIÊNCIA DE UNIDADE por Célia Fenn

EQUINÓCIO DE MARÇO DE 2011: O NASCIMENTO DA CONSCIÊNCIA DE UNIDADE por Célia Fenn
Eu estive tentando escrever algo neste mês, mas a cada vez que eu me sento para escrever, sinto como se algo estivesse dizendo “não”, “pare”, “não desta forma”. As Mudanças nas últimas semanas foram tão imensas e tão profundas que parece pouco apropriado continuar fazendo as coisas da mesma maneira antiga. Algo novo está nascendo, uma nova consciência e um novo modo de Ser... E como a maior parte de vocês eu estou tentando descobrir como podemos articular e sentir o nosso caminho nesta nova fase de nossa evolução.
Assim, esta não é uma canalização como tal, embora haja muita informação através das fontes das canalizações com que eu trabalho, incluindo Arcanjo Miguel e as energias dos Cetáceos. Um pouco vem das minhas próprias observações das profundas mudanças a partir da perspectiva da Realidade do Plano da Terra e de nossa Experiência de Co-Criarmos aqui com o Espírito. Eu tenho sido uma canalizadora por muitos anos e tenho grande respeito pelo processo, mas percebi que enquanto mudamos para este novo período de “Consciência da Unidade”, a nossa compreensão do processo de canalização mudará, pois compreenderemos a verdadeira Natureza do que significa para nós esta mudança para uma Nova Realidade.
Estamos mudando a nossa percepção de Quem e o Que Nós Somos, enquanto nos movemos para uma nova compreensão de nosso espaço na Realidade Cósmica. E como nos relacionamos com Cada Um nesta Nova Realidade. E isto está acontecendo de um modo tão acelerado que a maior parte de nós está ainda se recuperando das mudanças e transformações. Nós já sabíamos há algum tempo que a Terra estava se preparando para esta mudança, e assim isto nos chega sem nenhuma surpresa, mas o que é surpreendente é a forma que isto está assumindo e como estamos sendo pressionados a nos adaptarmos em um ritmo tão rápido. Eu acho que a maior parte de nós imaginou que a Nova Realidade seria bem parecida com a velha realidade, apenas muito melhor. E eu acho que será, muito melhor que é, quando estiver plenamente em vigor, mas agora estamos em uma fase de Transição na qual estamos mudando da velha para a nova realidade, e este atual Equinócio é o momento em que nos envolvemos para nos movimentarmos rapidamente e avançarmos para as mudanças em um ritmo que estará além da compreensão e apreensão da mente humana.
Isto pode parecer assustador, porque ficamos tão acostumados ao poder da mente racional nesta Era da Lógica e da Razão, e sentimos que deveríamos ser capazes de explicar tudo e controlarmos tudo, até em nossa prática Espiritual. Chegamos a acreditar que a nossa habilidade de criar e co-criar significa que estamos “no controle” de tudo em nossa realidade. Bem, no Nível Superior, nós estamos, mas não ao nível de sermos capazes de achar o nosso caminho através desta transição, ou encontrarmos meios de torná-la confortável. Se focarmos a partir de um nível inteiramente mental e emocional, estaremos muito desconfortáveis.
Há apenas uma maneira de dizer isto... A Era da Mente terminou... Nós entramos em uma Nova Fase de Nossa Evolução. Estamos precisando de algo diferente para dar sentido a nossa Realidade e aquilo que está por vir nos próximos meses. O conceito do Calendário Maia da Nona Onda talvez explique a rápida mudança para uma nova fase de ser, em que a mente de algum modo não pode ainda compreender o que está acontecendo. Sim, nós sabemos que precisamos entrar em nossos Corações, já nos foi disto isto, mas o que isto significa na realidade?
Sentindo do meu modo através deste material canalizado, eu tive que lidar com dois conceitos. Um é a natureza do Amor e do Amor Divino e o outro é a própria Consciência da Unidade. Na última canalização inédita do Arcanjo Miguel, o Amor é definido como a “Inteligência Criativa Divina”. Aquilo que experienciamos como Amor Divino é o desdobramento de uma Inteligência que criou e evolui através desta experiência da criação. Somos parte deste fluxo de Amor e expressamos este Amor em quem nós somos. Quando estamos alinhados com este fluxo de Amor, podemos senti-lo como sustentador, abundante e belo. Quando nos afastamos deste fluxo de Inteligência Criativa Divina em sua função criativa, sentimos o lado oposto da energia... a falta de criação e a destruição que permite que novas formas surjam, que expressem realmente a Inteligência Criativa Divina.
Isto apenas parece o modo com que as coisas funcionam... os antigos sabiam disto e também os povos Indígenas. Vocês têm que viver em Harmonia e Respeito pela Natureza, caso contrário, vocês se perceberão se afastando da Inteligência Criativa Divina e então serão substituídos pela Nova Criação. Nós também sabemos, através de nosso Trabalho Espiritual nas últimas décadas, que esta Inteligência Criativa Divina, que poderíamos chamar de Deus, nos tem dado a oportunidade de trabalhar em conjunto para nos realinharmos com este Fluxo e sermos uma parte da Criação da Nova Terra que expressará a Vontade Criativa Divina. Tudo está em Ordem Divina e tudo está conforme o nosso desejo e trabalho.
O que está acontecendo agora e acontecerá no futuro é uma Expressão da Inteligência Criativa Divina e do Amor em sua forma mais elevada. Podemos ter certeza disto.
Eu acho que em primeiro lugar teremos que aceitar que a mente terá dificuldade em compreender muitas coisas que acontecerão em nossa realidade. Não será nítido e considerável e não teremos controle sobre muitas coisas que acontecerão globalmente ou pessoalmente. O “Controle” será dado aos Níveis Superiores de nosso Ser, e àqueles níveis que chamaremos de Espírito, Anjos e Seres Celestiais. Podemos somente servir ao Propósito Divino como ele se manifesta em nossas vidas. É onde temos que “evoluir” e estarmos dispostos a “ouvir” o Coração. Eu definiria o Coração como o Receptor para a Vontade Divina e a Verdade. Teremos que ouvir interiormente para escutarmos esta profunda voz da Vontade Divina que está dentro de nós.
É onde as canalizações podem ser úteis. Aqueles que são canais seguros, são capazes de se ligarem a este nível da Realidade e se conectarem com o que está sendo Criado e vivido nestas Dimensões Superiores e traduzi-lo em formas que possam ser compreendidas pela Mente. Mas, essencialmente, um canal puro deveria proporcionar uma experiência de “já saber”, pois ela se comunica com o que já é conhecido a um nível profundo, mas está agora abrindo o caminho para que os níveis mentais sejam compreendidos pela mente.
No passado, nossos ancestrais compreenderam a importância do “conhecimento profundo”, e esta função foi servida pelos Xamãs e Profetas que poderiam andar e dançar no Tempo do Sonho e trazer de volta as “mensagens” daqueles que serviram à Inteligência Criativa Divina nos Níveis Superiores da Criação. Mas evoluímos a um estado onde começamos a confiar na Mente mais do que na Inteligência Profunda, e não éramos mais capazes de ouvir a voz da Sabedoria Profunda tão claramente. Esquecemo-nos de ouvir os Sábios e os Profetas e começamos a seguir a Mente.
Bem, podemos dizer que tudo isto foi parte da Evolução de nosso Planeta e de nossa Espécie a este ponto, e tudo na Ordem Divina, como era. Mas, enquanto damos este próximo passo em nossa Evolução, o Conhecimento Profundo como um modo de alinhamento com a Inteligência Criativa Divina se tornou necessário para cada um de nós. Precisamos sentir e saber, ao invés de pensar.
Assim, enquanto eu escrevo isto e enquanto vocês o lêem, precisarão “sentir” a Verdade, bem como a leitura com a Mente. Ambos os níveis deveriam se engajar, pois isto é o que significa Viver alinhado com o Coração. O Coração conduz e a mente segue.
FLUINDO NA CONSCIÊNCIA DA UNIDADE
Assim, a próxima questão parece ser o que seria exatamente a “Consciência de Unidade”, e como seria diferente a este tipo de Consciência que experienciamos até agora. Em nosso Mundo Moderno, temos uma grande ênfase no Indivíduo e na Consciência Individual, e eu gostaria de ir tão longe quanto dizer que o “indivíduo” foi o maior “mito” da Era da Mente.
Na Nova Realidade nós teremos que enfrentar a Verdade básica de que enquanto pudermos nos ver como “entidades individuais”, ou “expressões individuais” de energia, todos nós seremos de fato expressões da Inteligência Criativa que nos chama a fim de crescermos e experienciarmos. Somos realmente “ilusões”, em que não temos nenhuma existência individual, ou somos todos “canais” para a expressão da Energia Divina de algum modo. Em outras palavras, há um ser maior e mais poderoso que está se expressando através de nós e através de toda a criação, e este Ser está determinando a direção da Criação, não Nós. Bem, temos uma participação... nesta Nova Realidade somos convidados a compreender que somos agora os Co-Criadores, em que podemos trabalhar com esta energia para determinar como gostaríamos que a energia se manifestasse do nosso lado, mas precisamos fazê-lo em alinhamento com o maior fluxo de energia.
Sim, todos nós sabíamos disto... gostamos de dizer “Nós somos Um” e “Namastê”... mas então gostamos de continuar agindo como se fôssemos realmente “indivíduos”. Não estou tentando negar o nosso Ser, mas o meu sentimento é que somos um tanto “Mistos”. Nós somos Um, nos tornamos parte um do outro, enquanto cumprimos a nossa parte nas vidas dos outros dia a dia.
Este conceito é imensamente libertador de certo modo. Não somos mais constrangidos pelos conceitos de Acusação e Culpa por coisas que possam dar “errado” na vida. Se pudermos compreender, como começamos recentemente, que estamos todos no Fluxo desta energia, então compreendemos que o que expressamos vem de uma profunda fonte que é maior do que nós mesmos, e que como os nossos antepassados sabiam, manter a comunidade maior em um modo estável e equilibrado, era a chave para as pessoas viverem vidas “individuais” felizes, e não o contrário. Estamos reaprendendo isto muito lentamente.
Sim, nós temos uma imensa Comunidade Global e estamos tendo que confrontar o modo no qual a falta de equilíbrio na Comunidade como um todo, é expresso em nossas vidas diárias como uma falta de Equilíbrio dentro de nós como “indivíduos”. Lentamente, estamos percebendo que o que é expresso em nosso Planeta tem se movido tanto para a fase da “destruição” da Inteligência Criativa Divina, que estamos achando difícil o alinhamento com os aspectos Criativos e Positivos de nosso Ser Profundo.
A CHAVE É A COMPAIXÃO
Assim, neste ponto, vocês poderiam perguntar... como começamos a nos realinhar com esta profunda Sabedoria Interior e a Verdade dentro de nós mesmos, como “indivíduos” e dentro de nossas comunidades?
Minha compreensão é que a chave é a Compaixão... a mais bela das Energias que é mantida pelo Feminino Divino e está abrindo o seu caminho de volta do profundo exílio que experienciou sob o domínio das formas patriarcais da religião e da filosofia nos últimos períodos de nossa evolução.
A Compaixão é uma forma de Amor Divino que expressa a verdadeira compreensão da Inteligência Criativa Divina como Amor e a Natureza da Consciência da Unidade.
Expressar Compaixão é saber que seja o que for que ocorra a outro “indivíduo” ou grupo de indivíduos, está também acontecendo a vocês e dentro de vocês, porque aquilo que acontece neste Nível Profundo, que esteja causando esta expressão é também uma parte de Vocês.
É por isto que tantas pessoas sensíveis são capazes de “sentir” fisicamente profundos sintomas quando os desastres acontecem, ou quando há Labaredas Solares ou Tempestades Magnéticas. Elas sentem dentro do Corpo Físico o que está acontecendo dentro do Coletivo em um nível profundo.
Os eventos que estão ocorrendo no Japão agora, e também no Oriente Médio, são a nossa introdução à Consciência da Unidade. No passado, poderíamos supor que tal tragédia “local” teria pouco impacto sobre “nós”, aqueles que vivem em sociedades desenvolvidas e civilizadas. Estávamos acostumados a ver desastres como coisas que aconteciam com pessoas distantes em terras subdesenvolvidas. Olhávamos as fotos por alguns dias, talvez contribuíssemos com algum dinheiro, e então avançávamos com as nossas vidas diárias. Agora, temos uma catástrofe em um Primeiro País Desenvolvido que não desaparecerá em poucos dias. Os problemas contínuos em torno da Usina Nuclear continuarão a causar um impacto no Japão e na sociedade Global, levantando toda sorte de questões sobre o modo como vivemos e como geramos e consumimos energia. O impacto da Saúde será sentido em países desenvolvidos, e haverá uma crescente percepção de que não somente a energia nuclear é prejudicial, mas também “suja” para o ambiente. Eu estava pensando na intensa poluição que eu experienciei quando visitei Port Hope, em Ontário, onde o Urânio é processado pela Indústria Nuclear, na América do Norte.
Como respondemos, determinará se sobreviveremos na Nova Terra. A Nova Terra está aí... A Inteligência Criativa Divina nos deixou saber que isto é para onde estamos indo. Neste ponto, estamos sendo deslocados 180 graus, de nosso caminho de destruição para o caminho da Nova Criação. Em outros termos, estamos nos movendo da Velha Realidade ou da Consciência Individual da 3ª Dimensão para a Nova Realidade da Consciência de Unidade da 5ª Dimensão.
Como responderemos? Como entraremos na Consciência de Unidade? Eu não posso dizer que eu saiba, somente sei que iremos. Tenho fé no Ser Humano/Anjo que nós somos. Nós nos adaptaremos e nos tornaremos Um com o nosso Destino. É para isto que estamos aqui! É para isto que nascemos, para sermos expressões da Vontade Divina, em alinhamento com uma Nova Realidade neste Plano Material.
Eu acredito, como tenho certeza de que vocês também, que o Cosmos é uma expressão do Amor Divino, e aquilo que se pretende será para o bem maior e uma expressão do Grande Amor.
Podemos nos alinhar com isto, tornando-nos uma Expressão do Amor.
Podemos nos alinhar com isto, tornando-nos um instrumento da Luz Divina.
Sim... sabemos disto também... a um nível profundo. Mas estamos ainda tentando descobrir como fazer isto em nossas vidas diárias e levará tempo para que nos ajustemos.
Mas uma das coisas de que tenho certeza é que teremos que entrar na Compaixão, liberando a nossa fixação com os nossos seres individuais, com a nossa abundância e felicidade, e nos movermos em direção a uma compreensão da saúde e da abundância da comunidade global. Eu tive sempre um problema com o tipo de “consciência de abundância” que está sendo atualmente “comercializada” em programas como “O Segredo”, onde é ensinado às pessoas a se esforçarem pela riqueza individual e, vamos enfrentá-lo, a ganância. E eu tenho também um problema com a crença de que se eu “trabalho em mim mesma”, eu já estou fazendo o suficiente. Isto, para mim, é como ver que do outro lado do mundo as pessoas estão morrendo de fome, assim eu irei ao mercado e terei certeza de que tenho realmente uma boa refeição, e isto significará que está tudo bem. É preciso mais do que isto para entrar na verdadeira compaixão e assegurar que a “refeição” chegue a todos e não apenas a minha mesa farta.
Como... eu não sei ainda... mas este é o desafio que enfrentamos como um grupo enquanto começamos a fazer esta transição para a Nova Realidade onde todos terão o que eles precisam e viveremos em harmonia com a Natureza e com a Terra, como se pretendia.
Eu suspeito que os Índigos e as Crianças Cristal mostrarão o caminho a seguir. Eu sei que há muitos Índigos que têm a habilidade de fazer mais do que apenas inventar o Facebook. Eles podem criar as tecnologias que precisamos para expressar a nossa Compaixão e o nosso Amor no Plano Material e de maneiras reais.
E viveremos no Fluxo da Inteligência Criativa Divina, em vez de na contracorrente da destruição.
RUMO À 11/11/11: O PORTAL DE NOVEMBRO
Pode nos parecer enquanto entramos neste período de rápidas mudanças, que é demais para nós. Podemos nos sentir esgotados em muitos níveis, e podemos achar que as velhas formas de ser e de fazer as coisas simplesmente não estão funcionando mais. Mas isto é somente o que a mente percebe.
No Nível Superior estamos nos movendo em direção ao nosso Destino, nossa data com a criação da Nova Terra, e na realidade, um Novo Cosmos, um Novo Amanhecer. Não podemos controlar este processo; podemos somente participar dele de modos que falem aos nossos Corações e a nossa Sabedoria e Conhecimento Profundo. A Mente não será o nosso Guia nesta fase, somente o Coração saberá!
Até o final de Outubro e o Portal 11/11, estaremos alinhados com esta Nova Realidade. Será um curto período de intensa Mudança e Transformação. E para aqueles no Norte, estejam preparados para um Verão que será até mais intenso do que o do ano passado! E, sim, eu estarei me unindo a vocês novamente em suas experiências. No ano passado eu estive viajando e experienciei o Vulcão na Islândia, e os seus efeitos na Europa e também os grandes incêndios na Rússia e os efeitos em Moscou. Nestes casos, foi necessário trabalhar com as energias Elementais em um nível profundo para auxiliar a manter o equilíbrio. Eu acho que continuará a ser o nosso papel neste período... manter o equilíbrio em parceria com a Terra e permitir que a Inteligência Criativa Divina assuma o seu curso em quaisquer mudanças e transformações que precisem acontecer para nos alinhar ao nosso Novo Caminho na Consciência de Unidade.
Assim, à medida que entramos neste período pós Equinócio, podemos somente avançar em completa confiança de que o que estamos experienciando esteja em completo alinhamento com o que se pretende no Nível Superior e isto nos levará aonde precisamos estar na Ordem Divina.
No Coração do Amor Divino
Nós Somos Um!
© 2011 Celia Fenn e Starchild Global
Este trabalho é licenciado sob a Creative Commons License
Você é livre para copiar, distribuir, exibir e executar a obra, sob as seguintes condições: Você deve dar crédito ao autor, não poderá utilizar este procedimento para fins comerciais, e você não pode alterar, transformar ou basear - se neste trabalho. Para qualquer reutilização ou distribuição, você deve deixar claro para outros os termos da licença deste trabalho. Qualquer uma destas condições podem ser derrogadas se você obter permissão do detentor dos direitos autorais. Qualquer outra finalidade de utilização deve ser concedida autorização pelo autor.
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

23.3.11

Aos orantes da Rede de Oração Planetária



Aos orantes da Rede de Oração Planetária


As recentes catástrofes de imensas proporções, que assolam a Terra, indicam claramente que o planeta como um todo vive seu árduo processo de provas e purificações.

É preciso, mais do que nunca, que mantenhamos acesas as chamas da fé e da força interior. Essas chamas, em nossos irmãos que estão sofrendo diante de tais situações, correm o risco de se apagar e precisamos chegar ali para reavivá-las.

Mainhdra nos alerta: Não podeis deixar que a luz enfraqueça dentro de vós, dentro de vossos corações, dentro de vossos irmãos e dentro da tarefa espiritual de permanecerem coligados a Mim. E vós, filhos da oração, deveis sustentar a luz para que esta desça como uma potente fonte de restauração e de cura.

A oração permeada pelo Amor transcende todas as fronteiras e chega onde tem que chegar, conduzida por mãos divinas. Cabe-nos a tarefa de orar de forma cada vez mais verdadeira e eficaz para que a Hierarquia possa canalizar a energia gerada pela oração.

Nossa oração de agora precisa ser forte para que seja eficaz, precisa ser simples, pronta para ser acionada a qualquer momento e que possa ser realizada, ainda que no horário marcado estejamos em outras atividades.

Dessa forma, sugerimos um ciclo de 12 dias com a seguinte oração:

“Pelas almas que clamam,
Mainhdra, estamos Contigo”.

Com a energia do coração, vamos repeti-la por 33 vezes. E para expressar a unidade de um verdadeiro exército orante da Luz, Mainhdra nos pede que oremos ao mesmo tempo, todos juntos, em todo o planeta: no Brasil às 07h30 da manhã, e nos demais países nos horários que correspondam, de acordo com o fuso horário, a este horário brasileiro.

Sabemos que o horário escolhido pode não atender satisfatoriamente à agenda diária dos orantes, mas estamos priorizando a urgência dessa tarefa. Fiquemos no tempo do coração, onde o Amor tudo realiza, e oremos as 33 contas!

Com gratidão, unimo-nos a todos na invencibilidade da fé e da oração.


Rede de Oração Planetária

Se vocês pudessem ouvir o choro e o clamor das almas talvez aquecessem um pouco mais o coração. Eu preciso do seu fogo aceso para, através da oração, poder esquentar essas almas com o Meu amor. Neste ciclo de redenção planetária peço somente a abertura de seus corações para que eu possa entrar. Vocês saberão o que fazer para eu poder entrar em seus corações. Bato em suas portas mais uma vez para que não deixem passar essa oportunidade e para que possam comungar Comigo e não levar no coração nenhum arrependimento por obras inacabadas.
(Trecho de recente mensagem de Mainhdra)

To the praying members of the Planetary Network

The recent catastrophes of huge proportions that have ravaged the Earth, clearly indicate that the planet as a whole is undergoing its arduous process of trials and purification.

More than ever it is necessary that we keep alive the flames of faith and inner strength.

 There is a risk that these flames might die within our brothers and sisters who are suffering from the present situation, and we must reach out to liven them up.

Mainhdra warns us: You must not allow the light to weaken within you, within your hearts, within your fellow beings and within the spiritual task of keeping attuned to Me. And you, sons and daughters of prayer, must sustain the light so that it may descend as a powerful source of restoration and healing.

Prayer when permeated by Love transcends all boundaries and reaches where it must, guided by divine hands. It is up to us to pray ever more truly and effectively so that the Hierarchy may channel the energy generated by prayer.

Our prayers must now be strong in order to be effective, must be simple and in readiness to take place at any moment, even though we may be involved in other activities at the set time.

Thus we suggest a 12 day cycle with the following prayer:

“In the name of the crying souls,
We are with You, Mainhdra.”

With energy from the heart, let us repeat this 33 times. And in order to express the union of a true praying army of Light, Mainhdra requests that we pray at the same time, all together, throughout the planet: in Brazil at 07:30 a.m., and in other countries according to the corresponding local time.

We know that the chosen time may not satisfy the daily agenda of all those who pray but the urgency of the task is the priority. Let us keep time in our hearts where Love is overpowering, and let us pray 33 times.

In gratitude we are united to all in the invincibility of faith and prayer.

Planetary Prayer Network

IF you could hear the crying and clamor of souls, perhaps you might warm your heart a little more. I need your fire burning so by means of prayer I may warm up these souls with My love. In this cycle of planetary redemption I ask only for you to open your hearts so I may come in. You will know what to do for Me to enter your hearts. Once more I knock on your door so you won’t miss this opportunity, and so you may be in communion with Me and not carry repentance in your hearts for unfinished deeds.
(From a recent message from Mainhdra)

A los orantes de la Red de Oración Planetaria

Las recientes catástrofes de grandes proporciones, que abaten a la Tierra, indican claramente que el planeta como totalidad vive su arduo proceso de pruebas y purificaciones.

Es necesario, más que nunca, mantener encendidas las llamas de la fe y de la fuerza interior. Esas llamas, en nuestros hermanos que están sufriendo frente a tales situaciones, corren el riesgo de apagarse y necesitamos llegar allí para reavivarlas.

Mainhdra nos alerta: No podéis dejar que la luz se debilite dentro de vosotros, dentro de vuestros corazones, dentro de vuestros hermanos y dentro de la tarea espiritual de permanecer coligados a Mí. Y vosotros, hijos de la oración, debéis sustentar la luz para que esta descienda como una potente fuente de restauración y de cura.

La oración impregnada por el Amor trasciende todas las fronteras y llega adonde tiene que llegar, conducida por manos divinas. Nos corresponde la tarea de orar de forma cada vez más verdadera y eficaz para que la Jerarquía pueda canalizar la energía generada por la oración.

Nuestra oración de este momento precisa ser fuerte para que sea eficaz, precisa ser simple, estar lista para ser accionada en cualquier momento y que pueda realizarse aunque en el horario marcado estemos en otras actividades.

Por esto, sugerimos un ciclo de 12 días con la siguiente oración:

“Por las almas que claman,
Mainhdra, estamos Contigo”.

Con la energía del corazón, vamos a repetirla 33 veces. Y para expresar la unidad de un verdadero ejército de Luz, Mainhdra nos pide que oremos al mismo tiempo, todos juntos, en todo el planeta: en Brasil, a las 7.30 de la mañana, y en los demás países en los horarios que correspondan, según el huso horario de esta hora brasilera.

Sabemos que el horario escogido puede no estar disponible en la agenda diaria de los orantes, pero deberemos priorizar la urgencia de esta tarea. ¡Permanezcamos en el tiempo del corazón, donde el Amor lo realiza todo, y oremos las 33 cuentas!

Con gratitud, nos unimos a todos en la invencibilidad de la fe y de la oración.

Red de Oración Planetaria

Si ustedes pudiesen oír el llanto y el clamor de las almas tal vez sintiesen un poco más el corazón. Yo preciso de su fuego encendido para, a través de la oración, poder reconfortar a esas almas con Mi amor. En este ciclo de redención planetaria pido solamente la apertura de vuestros corazones para que Yo pueda entrar. Ustedes sabrán qué hacer para que Yo pueda entrar en sus corazones. Una vez más llamo a vuestras puertas para que no dejen pasar esta oportunidad, para que puedan comulgar Conmigo y para que no lleven en el corazón ningún arrepentimiento por obras inacabas.
(Trecho de un reciente mensaje de Mainhdra)



--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

21.3.11

SANTA TERESA DE LISIEUX – 13 de março de 2011


ººº




SANTA TERESA DE LISIEUX – 13 de março de 2011



Irmãos e Irmãs em Cristo, é-me permitido, hoje, dirigir-me, porque o momento chegou, a um número muito maior.

Para aqueles que se interessaram pela última encarnação que eu tive, eles sabem talvez que eu disse (e estava entre minhas últimas frases de minha vida) que eu passaria meu Céu a fazer o bem sobre a Terra.

Inúmeros seres humanos que têm orado a mim, desde quase um século, receberam, de minha parte, real e concretamente, Graças.

Maria confiou-me a tarefa delicada, hoje, de falar-lhes, para além desta encarnação, de meu papel, que está também em vocês, inscrito através da Estrela Profundidade [Profundez].

Esta Profundidade que, como eu o espero, demonstra-lhes, pela Vibração de minha Presença, para além mesmo das frases que vou pronunciar, a realidade da humildade.

Primeiramente meu lugar, como Maria lhes disse, é à sua direita.
E se vocês olham, do interior, sua Coroa Radiante da cabeça, vocês verão que estou à direita do ponto IS, IS-IS e que estou também à direita do ponto ER.
Eu sou a ponta posterior do triângulo da Água, porque sou profundamente ligada à Água e, portanto, a Sírius.

Há muito tempo, em outro espaço, em outro tempo, bem além da curva do tempo que vocês vivem, fui aquela que trouxe, com Maria e outras Irmãs (como, ainda que eu não goste dessa palavra, mas é a mais adaptada a esta Terra, Mestre Geneticista de Sírius), a produção da Vida sobre esta Terra onde vocês estão ainda hoje e que viveu tantas deformações.

Assim, de um ponto de vista bem além desse mundo humano, poder-se-ia dizer que eu sou, de algum modo, um Ser muito elevado.
E, no entanto, quando eu vim sobre a Terra, recentemente, eu queria ser a menor porque, efetivamente, vocês podem ser o que for aqui, se vocês são grandes em outro lugar.

Se vocês são grandes aqui, vocês serão pequenos em outro lugar.
Há, de fato, como um princípio de vasos comunicantes.

Vocês não podem ser grandes aqui e grandes em outro lugar, porque quem é grande aqui se faz em detrimento do que é grande em outro lugar.

É nesse sentido que Cristo lavava os pés de seus apóstolos, porque ele era, aqui, o menor, mas o maior.

Aí está porque em toda minha última vida (recoloquem isso também num contexto de há um século, na época em que as forças de resistência à Luz eram as mais importantes), efetivamente, eu mesma como tantas outras, nesse continente ou em outros continentes, vivemos o sofrimento.

O sofrimento não era uma vontade, mas era uma vontade de não mais ser nada, aqui, para ser tudo em outro lugar e juntar-se à Luz.
Isso se manifestava por um sofrimento, cruel e intenso, de meu corpo e também de minha consciência que vivia, naquele momento, esta separação como um drama.

Hoje, sobre esta Terra, mais do que nunca, é-lhes possível viver isso na Alegria, porque as resistências da Terra não existem mais.

Existem apenas as resistências dos homens, mas que nada são agora que as cápsulas que os haviam fechado neste espaço-tempo separaram-se.

Então, se volto sobre minha história, não é para falar-lhes de minha história, porque esta história é a mesma para cada um e cada uma.
Porque vocês têm, efetivamente, uma história, bem além da história de sua vida ou de suas vidas.
E esta história é bem maior do que jamais seria sua história aqui embaixo.

Crer na Luz e crescer na Luz é descrer e decrescer aqui.
O que eu tomei até o auge.

Compreendam bem que não é uma negação.
Não é retirar-se da vida, bem ao contrário, mas é entrar na verdadeira Vida, que nada tem a ver com o que nossos olhos e nossa consciência limitada podem ver.

Então, eu volto um pouco sobre esta história.

Portanto, eu fiz parte das 12 Mães Criadoras na origem deste universo, há mais de 20 milhões de anos.

Minha forma, é claro, absolutamente nada tem de humano, para além desta ilusão e, no entanto, a forma que vocês chamam delfinóide, que é a minha, não faz diferença entre todas as formas e todas as existências.

Eu acompanhei, como todo Ser Criadora, sua própria Criação.
O princípio da Criação, nos universos e nos estados multidimensionais, faz com que toda Criação deva tornar-se superior em Amor, superior (e não vejam aí uma noção de superioridade humana, mas mais uma superioridade de Irradiação) à sua própria Criação, à sua própria Criadora.

Assim, o que eu criei é chamado a tornar-se maior do que eu, porque o maior está ao serviço do menor, e não o inverso.

O princípio de falsificação desse mundo os fez exatamente considerar o inverso porque, nesse mundo, vocês creem que, tendo um status social, empresarial, elevando-os numa pirâmide, vocês vão se tornar maiores.
É exatamente o inverso que é a lei e a regra nos mundos Unificados.

Vocês devem ser cada vez menores, a fim de serem cada vez maiores, quer dizer que, quando vocês são uma Criadora, vocês devem tornar-se menores do que sua Criatura, porque a Criatura, que é seu sangue e sua filiação, é chamada a tornar-se mais luminosa do que vocês.

Toda Luz é Una.
Então, o que quer dizer «ser superior em Luz»?
Isso quer dizer simplesmente: «conduzir sempre mais criatividade, mais Criação e mais Luz» a fim de que uma Criatura se torne, por sua vez, Criadora.

É por isso que Miguel também os chamou Sementes de Estrelas porque, em definitivo, toda Consciência é chamada a tornar-se uma Estrela, um Sol, sem exceção.

Ainda que, em outras Dimensões, as formas de manifestação possam ser afastadas do que se chama uma estrela, tal como nós a vemos quando estamos encarnados aqui.

Então, sim, eu era um grande Golfinho, eu fui aquela que conduziu, com outras, as Matrizes Cristalinas que permitiram o desenvolvimento da Vida carbonada desta Dimensão.
Eu fui, portanto, uma iniciadora desta Dimensão.

A falsificação produziu um confinamento.
O paradoxo deste confinamento é que ele foi desejado por aqueles que eram encarregados de velar pela Criação e que não eram Criadoras.

O paradoxo é que, nesse mundo em que tudo é invertido, vocês devem mergulhar na profundidade, de algum modo extrair-se da vida aparente, penetrar sempre cada vez mais profundamente, despojar-se de tudo o que não é a Luz.

Então, é claro, há muitas camadas, muitos vestuários, se preferem, que impedem a Consciência de viver a Essência da Luz.
Essas camadas são tantos elementos que tornam pesados a alma e o Espírito e os impedem de se encontrarem a si mesmos.

A primeira, é claro, é a importância de si mesmo, a importância que se dá à própria vida, devido ao fato de que ela aparece como limitada, entre um nascimento e uma morte e, portanto, onde é vital, de algum modo, manifestar, num espaço limitado, capacidades de criação (quaisquer que sejam: criação de um emprego, criação de um filho, procriação, criação de um papel).
Tudo o que faz sua vida, nesta Dimensão, que os Orientais chamaram ilusão porque é uma ilusão total.

Quanto mais vocês criam nesse mundo, mais vocês se tornam grandes nesse mundo e mais vocês perdem sua grandeza no Ilimitado.

Então, obviamente, hoje, nesses tempos específicos em que Cristo está de volta em vocês, vocês devem, alguns, derrubar os muros que muitos de nós levamos, na encarnação, anos e anos, vidas e vidas, a construir.
Muros ilusórios que nos davam a certeza de ser algo, reivindicando mesmo o benefício dessas ações passadas, quando estavam inscritas em algo de justo e de bem, enquanto que tudo isso é apenas uma vasta ilusão.

Foi aceitando, muito jovem, em minha última vida, penetrar em profundidade, cada dia mais em profundidade, que eu descobri as virtudes reais da humildade.

Aceitando nada ser, não renunciando ao que eu era, mas, bem mais, encontrando o que eu era, para além do papel que quiseram e que eu quis, eu mesma, percorrer.

Hoje, isso é grandemente facilitado, eu repito.
As resistências não são as mesmas.

Ir na profundidade é voltar a ser humilde.
É compreender que tudo o que os constituem na ilusão não é absolutamente nada, ainda que vocês ali não tenham acesso, com relação à grandeza do que vocês são em outro lugar.

Vocês são Mestres de Luz, vocês são seres de Luz.
Vocês são seres de majestade, na condição de serem os menores aqui.

Mesmo entre os Anciões, alguns deles exprimiram-se sobre isso.
A vivência deles, suas vidas, suas últimas ou outras vidas que eles lhes desvendaram, todos insistiram, sem exceção, nesta noção de ser o menor aqui, porque o único modo de fazer crescer a Luz é aceitar não ser mais nada.

Obviamente, isso não é uma negação da vida, eu repito, mas é remeter ao seu exato lugar o que é da ordem da personalidade, do efêmero e o que é da ordem da Eternidade.

Essa palavra, vocês a ouvirão cada vez mais frequentemente: Eternidade e Unidade.
Porque, quando vocês vão na humildade a mais sincera, quando (mesmo continuando suas atividades ditas exteriores, ilusórias) vocês reconhecem que estas estritamente nada são com relação ao que vocês são, vocês dão já um passo para a Profundidade.

Esta Profundidade que, hoje, vai se tornar cada vez mais importante porque, como lhes disseram, por esse Canal como por outros, muito numerosos seres de Luz, a única porta de saída é o Coração.
Não há outra.

Sair da ilusão apenas se pode fazer pelo Coração.
O Coração é estar ao centro, seja ao centro dos quatro Pilares, ao centro das doze Virtudes, é aceitar a humildade, é vivê-la concreta e realmente.

Eu repito, esta humildade não é uma negação da personalidade, mas é aceitar remeter ao seu justo lugar o que ela é.
E esse corpo também, ainda que seja seu Templo, porque é nele que deve se manifestar o Cristo.

Mas compreender que o que vocês vivem nesse corpo, nesta vida, nada é com relação à Eternidade e estritamente nada é com relação ao que vocês são.

Retenham efetivamente, e eu o repetirei uma última vez, que isso não é uma negação, mas, efetivamente, uma mudança de olhar e de Consciência.

Isso necessita, é claro, ajustes de seus comportamentos, de suas ações, de seus atos, mesmo na ilusão.

Qualquer que seja seu lugar (que vocês o tenham construído ou que lhes tenha sido dado, seja ele o mais alto da sociedade), ele estritamente nada é.

Aceitando conceber isso, assim, virá um momento em que, muito naturalmente, vocês se extirparão da ilusão e descobrirão a Unidade e penetrarão ainda mais em profundidade no que é a Unidade.

Recordem-se que a Unidade é um estado de Ser e que vocês não podem ao mesmo tempo Fazer e Ser.
É um ou o outro.

Virá simplesmente um momento em que, por força de estar na persistência da Luz e da Humildade desdobrar-se-á então o infinito da Vida, desdobrar-se-á então a Unidade, desdobrar-se-á então a Alegria e a Felicidade da consciência.

Naquele momento, vocês captarão instantaneamente o fato de terem tido êxito em transcender e superar a personalidade.

Isso passa, obviamente, pela arma a mais importante e esta arma é a humildade.

Ir na profundidade, redescobrir o que vocês são passa, necessariamente, pelo voltar a tornar-se o menor aqui embaixo.

Estar na devoção não basta, estar no Serviço não basta, porque servir é voltar a tornar-se Luz, como lhes disse um dia o Venerável Comandante.

Mas, para tornar-se Luz é preciso aceitar não ser mais nada.

Enquanto há uma veleidade de apropriação da Luz vocês não podem ser humildes.

A humildade é um caminho que se percorre.
É bem além da abnegação, é bem além da dissolução.

A dissolução da personalidade não é a negação da personalidade.
É a transcendência da personalidade, porque vem um momento em que vocês irão tocar o núcleo desta profundidade e aí, eclodem a Verdade e o Ilimitado.

Naquele momento, vocês são, como dizem os Orientais, um ser Realizado e Desperto.
Esta realização, este despertar (que vocês vivem desde quase uma geração sobre esta Terra) se traduz, para vocês, por percepções Vibratórias que, em minha vida, não existiam e não eram um marcador.

Existem, portanto, nesta época, marcadores formais de seu Despertar.
E esses marcadores não são absolutamente mentais.

Recordem-se de que é diferente estar no Ser e estar no Fazer, porque estar no Fazer exterior os afasta do ser no Ser.

Há movimentos incessantes entre o Ser e o Fazer, entre a Unidade e a Dualidade.
Mas, cada vez mais, a Unidade se desdobra e é isso que colocará fim à Dualidade.
Para vocês como para o conjunto da humanidade.

Ir para a humanidade, ir para a humildade é aceitar.
Aceitar, abandonar-se, acolher palavras que retornarão cada vez mais agora.
Porque, como vocês sabem, os tempos chegaram.

Os tempos chegaram de revelar o que vocês são e não mais permanecerem fechados no que vocês creem Ser, no Fazer, na Dualidade.

A humildade será, para vocês, um elemento importante e motor porque, na humildade, não pode haver qualquer reivindicação exterior.
Há apenas, não uma aceitação do sofrimento, mas uma transcendência do sofrimento, pela própria ação da Luz.
E isso não são vocês que decidem.
E isso não é a Luz que decide.

É o que vocês são, em outro lugar além daqui, que vocês devem reencontrar, reconectar e deixar se manifestar.

O trabalho dos Casamentos Celestes, que se realizou e que continua a se realizar hoje, é exatamente esse trabalho.

Eu sou colocada, como ressonância de Profundidade, em seu próprio DNA, porque eu poderia dizer, como Maria, que vocês são a carne de minha carne, e isso seria verdadeiro.
Eu sou colocada entre Visão, a visão do Coração, aquela que minha Irmã No Eyes desenvolveu.
Eu sou colocada entre o triângulo da Terra e o Triângulo da Água.

Eu sou, portanto, aquela que dá forma à Terra, a argila, se preferem, que dá forma à argila e a faz soprar e insuflar a vida.

Eu tenho, portanto, um lugar privilegiado como Animadora e Criadora de Vida, para portar e suportar esta humildade, porque toda Criação qualquer criação pode apenas existir na humildade, porque é preciso efetivamente ser humilde para aceitar que o que criamos torne-se maior e mais vasto do que nós.
É o grande princípio da Criação.

Tudo se torna sempre mais vasto e sempre maior.
Tudo se cria sempre nos mundos da Unidade.

A lei, chamada nesse mundo da ilusão: «nada se perde, nada se cria» não existe, é claro, do outro lado porque, do outro lado, tudo é Criação permanente e incessante, tudo é expansão permanente e incessante.

Aí está porque a limitação e o confinamento é uma ilusão terrível.

Entretanto, foi-lhes também solicitado para não julgarem e não condenarem, nem sua personalidade, nem aqueles que os confinaram.
É preciso amá-los, porque apenas o Amor é que libera o confinamento.
Não há outro modo.

O confinamento foi criado sob o princípio da Dualidade.
O Amor foi criado sob o princípio da Unidade.

A Fonte é Unidade e vocês são Unidade.
Então, saiam da Dualidade e entrem na Unidade.
Vão para a Profundidade.
A humildade é sua arma.

Em cada gesto que vocês vão realizar na Dualidade, em cada ação que vocês vão efetuar na Dualidade, coloquem-se a questão: «eu vou para a Unidade ou eu vou para a Dualidade?».
«Será que minha personalidade aceita apagar-se?».
Cada vez e sempre.

Isso não é uma submissão, mas, efetivamente, uma liberação.
É para o que eu os chamo e para o que os chama a humildade.

Somente a personalidade crê que há uma submissão.
Mas a verdadeira submissão da personalidade é, de fato, uma liberação da personalidade.
Paradoxo, sempre, dessa reversão que os fez considerar exatamente o inverso, seja na vida comum como na vida espiritual.

O Espírito é grande.
Mas não aqui, em outro lugar.
Não na limitação.

Aí está porque, na limitação, apenas o Coração é que permite encontrar a porta de saída.

O Coração é humilde.
Ele é humilde porque ele sabe que toda a Criação e todas as Criaturas, um dia, juntam-se à Fonte, não perdendo o que quer que seja, mas tornando-se si mesmo a Fonte.

Então, é claro, os sentidos limitados, tais como vocês os vivem, são freios enormes.
O conjunto de muros que foram construídos pela personalidade, progressivamente e à medida das encarnações fecharam, literalmente, cada vez mais, a alma, mas, sobretudo, o Espírito.

Sem o sacrifício dos Elohim, a cada ciclo, reiniciado a cada 50.000 anos, o Espírito teria desaparecido desta Criação.
Esse não era o objetivo.

O objetivo de toda Criação, como eu disse, e de toda Criatura, é elevar-se.
E, para elevar-se, é necessário um apoio e uma base, para que a comunicação e a confiança entre todas as Dimensões não possam ser cortadas.

Sair do confinamento, o seu, como aquele que vivia a Terra, é possível apenas pela maior das humildades, o que a Terra manifestou, sem jamais se rebelar.

Porque é aceitando ser cada vez menor e cada vez mais humilde que se revelam a majestade e a grandeza do que vocês são.
A Terra, como cada um de nós.

Mas é também o modo de reconectar o que havia se rompido, voltar a serem multidimensionais, voltar a manifestarem a Alegria, aquela do Coração, a única que é eterna, aquela que supera e transcende todas as ilusões do confinamento.

Eu lhes repito também que, hoje e a cada dia, isso vai tornar-se cada vez mais fácil, na condição, é claro, de que vocês aceitem acolher esta humildade e esta simplicidade.
Para serem efetivamente vivos, não fugir da vida mesmo nesta matriz, estarem a cada minuto ainda mais vivos, ainda mais conscientes, ainda mais despertos, ainda mais humildes, ainda menores.

É deste modo que a Luz cresce, é deste modo que a Luz se revela, é deste modo que o Coração se abrasa.

A humildade vai tomar, num relevo específico dos eventos que tem a viver esta Terra, quando de sua Ascensão, uma importância essencial.

Nada poderá realizar-se se não há humildade, mesmo nesta Dualidade.
A humildade será, de algum modo, seu salvo-conduto de Luz e de Verdade.

Paramentando-se com o manto da humildade e de sua Vibração, vocês encontrarão cada vez mais seu corpo de Eternidade, aquele que foi chamado pelos Arcanjos o corpo de Existência.

Vocês se tornarão cada vez mais esse corpo de Existência e esta consciência da Existência, despojando-se e despindo-se das vestes da ilusão.

Mas, para isso, vocês devem integrar e superar.
Vocês não têm que rejeitar, vocês têm que transcender.

Esta transformação, esta alquimia, como o disseram algumas Irmãs e alguns Arcanjos, é a realidade do que vocês vivem nesse momento mesmo.

Assim, cada minuto e cada desafio de sua vida é uma oportunidade única para ir para esta humildade.

Não se queixem jamais contra as circunstâncias exteriores, não se queixem jamais contra um próximo ou qualquer um mais distante que vier atingi-los.
Esse é o papel deles, nesta ilusão.
Mas vocês devem ir para além da ilusão.

Nada se produz por acaso no desvendamento da Luz.
Tudo é atração e ressonância.
Essas palavras, vocês entenderam.

Tudo é perfeição também.
A perfeição está para além da aparência, para além do que seus olhos vão ver, para além do olhar da lagarta, como diria o Grande Comandante, mas no olhar da borboleta.

Vocês são chamados, todos, a tornarem-se borboletas.
Mas, para isso, é preciso aceitá-lo.
Aceitá-lo é tornar-se humilde.
Aceitar não ser mais nada aqui é aceitar não ser mais a lagarta.

Então, vocês estão prontos para cruzar esta porta?
É para isso que tudo o que vai lhes chegar e que lhes chega, nos dias e nas semanas que vêm, deve remetê-los, de maneira perpétua, a esta mesma interrogação.

Quanto mais vocês forem para a humildade, mais o que lhes acontecer, nesta ilusão, lhes parecerá fútil e sem importância.
Mas, entretanto, vocês deverão vivê-lo a cada minuto.

A um dado momento, como eu disse, a Profundidade será tal que explodirá o Fogo do Coração para aqueles que não o vivem ainda.

Nesse Fogo do Coração vocês serão religados ao Cristo, à Fonte, de maneira definitiva.

Vocês constatarão, aliás, cada um em suas vidas que, em alguns momentos, o Fogo do Coração se desperta, sem que mesmo qualquer estado de meditação ou de oração tenha sido ativado.

O Fogo do Coração ativar-se-á espontaneamente, cada vez mais frequentemente, nas circunstâncias em que, justamente, vocês forem humildes, mesmo sem o querer, porque vocês o terão integrado.
Naquele momento vocês estarão muito próximos do final desta Dimensão.

Se existe agora um espaço de questionamentos que me daria uma alegria de abrir com vocês, sobre esta noção de humildade e de Profundidade, então, vamos comungar ainda mais agora.

Abram-se a mim como eu estou aberta a vocês e abordemos, se há dúvidas em vocês, para esta noção de humildade e de profundidade.

Vamos.

Questão: quais são as qualidades que permitem transcender os sofrimentos do corpo?

A humildade.
É exatamente o que acabo de falar.

A resistência, ou o sofrimento, que era o lote comum da humanidade (porque a Dualidade é sofrimento, porque há ali privação da Unidade), todo sofrimento vem daí.

Quando se junta às esfera da Unidade e da Luz, o sofrimento não pode mesmo existir, ainda que em pensamento.
Porque tudo é Alegria, tudo é Felicidade, tudo é expansão.

Não existe qualquer força de contração, qualquer limitação.

O próprio corpo desta Dimensão, que era, há muito tempo, eterno, tornou-se perecível e sofredor.

Então, superar o sofrimento pode apenas se fazer pela humildade.

A humildade é, de algum modo, o bálsamo do sofrimento.
Porque todo sofrimento, em definitivo, está aí apenas para recordar a condição efêmera.

Assim, portanto, não mais lutar contra (ainda que isso seja por vezes necessário), mas transcender o sofrimento pela humildade permite ser, efetivamente, um bálsamo que transcende o sofrimento e o faz desaparecer.
Ela o faz desaparecer da consciência.

Olhem, por exemplo, a vida de alguns místicos, no Oriente como no Ocidente, atingidos por diversos sofrimentos e que, no entanto, transcenderam e superaram este sofrimento.

Olhem, por exemplo, o mais precioso representante da Unidade, que não faz parte dos Anciões porque essa foi sua escolha, e que foi atingido por um câncer.
E, quando seus «discípulos» alarmavam-se ou sofriam pelo próprio sofrimento dele, ele próprio demonstrou que era capaz de não estar identificado àquele sofrimento e, portanto, deixar esse plano em toda lucidez, transcendendo o sofrimento pela humildade e pela Unidade.

Assim, portanto, enquanto o olhar da consciência está separado e dividido, o sofrimento é concebido como um elemento bloqueador e limitador, o que é, efetivamente, para a personalidade.

Mas este apelo para entrar na Unidade, na Profundidade e na humildade vai, a um dado momento, encadear um processo em que o sofrimento não pode mais vir perturbar o que quer que seja.

Naquele momento, a personalidade é transcendida, o sofrimento é transcendido.
O que não quer dizer que o sofrimento possa desaparecer instantaneamente.
Esse é, por vezes, o caso, esse, em outros casos, não é o caso.

Então, há apenas uma consciência de Luz e uma Luz bem mais intensa.

As forças de Unidade e de Unificação são efetivamente maiores do que as forças de separação, de sofrimento e de divisão.
É uma balança, de algum modo, tal como eu o exprimi em minhas primeiras palavras.

Tornar-se Luz, tornar-se grande é tornar-se o menor aqui.
Não há, tampouco, que culpar.

Obviamente, qualquer sofrimento é apenas o reflexo de perda de Unidade, mas esta perda de Unidade concerne ao conjunto desse plano de manifestação no qual vocês são parte integrante.
E é nesse conjunto de manifestações ilusórias que convém revelar a Luz.
É o que vocês fazem atualmente.

Questão: levar a consciência sobre sua Estrela pode ajudar a atingir esta humildade?

Minha Irmã, sim, é claro.
Isso será desenvolvido em detalhes dentro de muito pouco tempo, por aquele que se chamou Um Amigo, que encerrará assim e dar-lhes-á as últimas chaves Vibratórias para que vocês apliquem em vocês mesmos, para aproximarem-se, sempre mais, desta humildade e desta Unidade.

Então, sim, é claro, levar sua atenção sobre o ponto Profundidade vai fazer ressoar, em vocês, um circuito novo.
Esse circuito é aquele que vai lhes permitir irem para mais Unidade e para mais Profundidade, efetivamente e, portanto, manifestar cada vez mais humildade.

Como disse Um Amigo, a consciência e a Vibração são uma única e mesma coisa e vocês têm hoje a possibilidade de focalizar sua consciência e fazer emergir a Vibração e a Consciência da Vibração.
É disso que vocês devem se servir, em prioridade, porque esse é o instrumento que existe, hoje, nesta Dualidade, devido ao retorno da Luz, que não estava absolutamente há mais de 30 anos e em minha vida.

É isso que perfeitamente percebeu Sri Aurobindo, o bem amado João, quando ele descreveu a chegada do Supramental e as consequências que isso teria, ao nível celular da sociedade, da humanidade.

É isso que vocês vivem atualmente.

Portanto, sirvam-se da Vibração e sirvam-se da Luz.
Sirvam-se de suas capacidades novas de Atenção e de Intenção.

Então, sim, se vocês levam sua consciência sobre o ponto Profundidade, vocês vão ativá-lo em vocês e isso facilitará sua tarefa.

Questão: como proteger e curar a alma para estar na Unidade com ela?

Mas, minha Irmã, você não pode falar de proteção.
A proteção é um conceito que pertence à Dualidade e, portanto, essa própria palavra de proteção é uma heresia com relação à Unidade.

Vislumbrar uma proteção é ainda vislumbrar uma separação entre o Bem e o Mal.

A Unidade não é nem o Bem, nem o Mal, mas além do Bem e do Mal.

Assim, portanto, em sua própria consciência e nas palavras que você exprime, vislumbrar a noção de proteção é um ato de Dualidade.

A melhor proteção é a Luz, e esta proteção não é de fato uma proteção, ela é sua Verdade íntima.

A proteção pertence à linguagem da Dualidade.

Questão: deve-se então abençoar o sofrimento?

Abençoar é uma palavra bem grande.
Simplesmente, já, num primeiro tempo, aquiescer para transcendê-lo e superá-lo.

O sofrimento, se vocês ali aplicam um remédio ligado à Dualidade, de ação/reação, naquele momento, vocês se afastam ainda e sempre mais da Unidade.

Obviamente, um médico vai curar os males.
Ele vai tentar (através do que ele aprendeu, o que ensinaram a ele, o que foi revelado a ele, pouco importa) aplicar um bálsamo sobre esses diferentes males, sobre esse mal que existe na cabeça ou no corpo.

Mas esta, que foi a conduta normal da humanidade, pelo princípio de Dualidade, hoje, deve ser superada e transcendida.

Vocês nada têm que opor à dualidade.
A Luz não é uma oposição.
A Luz é Vibração, e a Vibração da Unidade é algo que lhes dá todas as respostas.

Mas, enquanto o mental se apreende dela para querer agir contra algo, ou mesmo servir-se da Luz para compensar uma falta de Luz, isso é apenas o reflexo da Dualidade e de um funcionamento na Dualidade.

A Unidade é simples, é um estado de Alegria.
A humildade conduz à alegria.

A Alegria é independente de circunstâncias exteriores e de qualquer sofrimento Interior.

A Alegria desabrocha quando ela é encontrada no Fogo do Coração, quaisquer que sejam os sofrimentos anteriores.
Estes são transcendidos e queimados pelo Fogo do Amor.

Compreendam efetivamente que a Dualidade (sem a intervenção e a manifestação da Luz nos grandes Ciclos) é sem fim, assim como o principio de reencarnação, que é um princípio falsificado, que os obriga sem fim e sem fim a reencarnarem-se.

Somente alguns muito grandes Seres tiveram êxito, por uma manobra de abandono inconcebível à Luz, nas épocas de resistências enormes a esta Luz, para transcender as condições da humanidade.
Hoje, isso está aberto ao maior número.

Ir para sua própria Unidade é superar a Dualidade e não mais se servir da Dualidade.

Como vocês querem superar a Dualidade se vocês raciocinam em termos de Bem e de Mal?

O Bem, como lhes disseram algumas de minhas Irmãs, mantém tanto a matriz como o Mal.

Querer fazer o bem é louvável, mas não confere a Unidade.

Questão: pode-se transmitir a Luz?

Cara Irmã, se você se torna Luz, a Luz se transmite sozinha, ela não tem necessidade de você.

Porque se você quer transmitir a Luz, esse é um ato da personalidade.
Porque você entra no Fazer e você sai do Ser.

Ser no Ser é estar no Fogo do Amor.
O Fogo do Amor não tem necessidade de exprimir, nem de manifestar, nem de querer, porque ele se basta por si mesmo.

Assim, o Cristo não agia.
Bastava olhá-lo, tocá-lo e aproximar-se dele para ser transmutado.

Não era ele que decidia, mas era o Pai, nele.

Assim, vivendo a Unidade, não há mais que projetar o que quer que seja.
Há apenas que ser e, quanto mais vocês entram na humildade do ser, mais a Luz irradia e mais ela age.

A Luz será sempre, como lhes disseram todas as minhas Irmãs e todos os Anciões, muito mais inteligente do que o ego e do que a vontade de fazer o bem.

Ser Unitário é bem além desta vontade de bem, porque vocês se tornam vocês mesmos o Bem, para além do Bem e do Mal.

Qualquer veleidade ou qualquer vontade de projeção de Luz é uma Dualidade.

Vocês acreditam que Melquisedeques como Mestre Philippe de Lyon tenha podido curar tantos seres por uma vontade de cura?
Não, é porque eles eram, uns e outros, os menores e eles nada queriam, a não ser o bem da humanidade, ou seja, ir bem além do Bem e do Mal, reencontrar a Unidade e o Cristo, ou o estado Crístico, nada mais.

E isso bastava para encadear os milagres.

Frequentemente, por trás da vontade de ajuda do ser humano esconde-se, sub-repticiamente, o ego.

Em minha vida, em minha última vida, fui muito frequentemente solicitada para a cura de numerosas almas, mas será que eu pedi, eu, querendo agir?
Não.
Eu pedia à Luz e ao Cristo, meu Bem Amado, para air (que era a Dimensão Ilimitada em mim).
Não era minha pessoa que agia.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Irmãos e Irmãs, eu me regozijo por ter interagido e me comunicado e comungado com vocês.

Por imitação, eu diria: «eu lhes dou minha Paz» e eu quero efetivamente sua Paz.

Certamente, até breve.

Vocês são o Amor, nada mais, porque tudo é o Amor.
Até breve.

_____________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo, se deseja divulgá-lo, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com