Uma oração a ter presente constantemente no coração:

''Eu Estou entregue nas mãos de Deus.
Eu Sou Divinamente guiado/a e protegido/a
E em mim e por mim é feita a Divina Vontade.
Eu sirvo e manifesto a LUZ , Agora e Sempre!''

20.10.13

Mãe Divina 14.10.13 - O Grande Consolador





A Mãe nos convida a todas as segundas-feiras à noite (ela não especificou horário, a cada um sentir interiormente) a nos alinharmos, nos dispormos à vivência da Energia Feminina em nós, para a fusão das polaridades e "nascimento" do Eterno Andrógino. Nos ritmos da Agnisangha, iremos nos reunir às 19hrs (horário de Brasília).

Clique aqui para fazer o download do áudio.
https://www.dropbox.com/s/7lcw7ylgwr2a8d0/131014_MaeDivina.mp3


Desde o Reino cristalino da Terra, Eu vos saúdo filhos e filhas da Redenção. Eu sou Maria, Rainha da Paz.

Meus filhos bem amados, Eu me manifesto nesta oportunidade por meio desta Minha face, esta que veicula, por Minha Presença em vossa presença, o dom da Graça e da Consolação, para lhes trazer algumas palavras, Minhas crianças, a respeito destes dias. Bem amados, centelhas de Meu Espírito fulgurante, Eu vos convido a cada noite, às segundas feiras, a que vos reunais em torno de seu próprio Sagrado Coração de Fogo, individualmente ou em grupos, para fazer a experiência de vossa Natureza Divina, para fazer a experiência de Minha Presença em vossa presença.

Eu venho, Minhas crianças, lhes chamar diretamente pela necessidade que Eu percebo, filhos e filhas, de que Minha Presença esteja cada vez mais próxima, seja cada vez mais vívida em vós. Não necessitais de Mim, compreendais. Em verdade não necessitais de nada, nem de ninguém. Necessitais sim nestes dias reconhecer a Mãe Universal que todos vós sois.

Filhos e filhas, não há separação entre nós, não há distância, não há distinção de forma alguma. Somos um, um apenas. E mesmo que neste ciclo de vossa experiência se faça necessário que Eu Me expresse pela boca de filhos e filhas que se abrem para receber Minha Presença conscientemente, isto não quer dizer que Eu seja uma entidade a parte de vós. Não Minhas crianças, todas as Minhas palavras, todas as Minhas manifestações são vossas manifestações, pois vós sois a Grande Mãe. Vós sois a Grande Mãe cheia de Graça, vós sois o Consolador prometido a vós mesmos.

Recordai filhos e filhas, esta foi a promessa que fizestes na aurora desta experiência, que nestes dias despertaríeis como vosso próprio Consolador. Vossa Natureza feminina cósmica e Universal é este Consolador. Eu não falo, filhos e filhas, dos estereótipos, dos condicionamentos apregoados à feminilidade nesta era. Eu falo sim, da verdadeira Consciência Feminina. Verdadeira, pois imutável, pois Una com o Eterno Andrógino. Aquela que não muda segundo os costumes das eras. Aquela que não se altera segundo as diferenças de ambiente, tempo ou lugar. Eu falo de vossa Natureza Divina Feminina, esta que é una com o Eterno Andrógino, esta que é una com o Eterno Masculino. Estes são aspectos da Consciência Plena, Minhas crianças, para além de toda distinção, para além de toda diferenciação.

Mas nestes dias que assistem a conclusão desta experiência de esquecimento, é imprescindível que realizeis em vosso interior a fusão do Masculino e do Feminino. O Masculino está aí presente, de certa forma, exteriorizado de maneira semi-consciente. É necessário então que todos os Meus filhos e filhas indistintamente, independente do sexo do corpo, redescubram a verdadeira natureza Feminina, pois esta natureza Feminina foi de certa forma amputada e fragmentada em todas as almas humanas nesta experiência. É verdade que pelo próprio mecanismo do corpo feminino, há aí certas marcas indeléveis que tornam o contato com esta energia mais facilitada. Mas isto não é regra, mesmo Minhas filhas devem redescobrir o que significa ser Deusa.

Vós sois Deuses, vós sois Deusas também. Uni então em vosso ventre, em vosso coração e em vosso cérebro estes dois aspectos de vossa Divindade e abri espaço aí para que surja meu Divino Filho-Filha, o Eterno Andrógino. Minhas crianças, é com este propósito que Eu vos convido à cada dia da lua a que vos reunais como vos for possível, para fazer a experiência desta Energia Feminina que somos.

Eu Me revelo em vossos corações como a Mãe Eterna que nunca nasceu e que nunca morrerá.
Eu me revelo em vossos corações como a chama que arde incessantemente vos ligando a vossa eterna natureza.
Eu sou a voz que fala no silêncio.
Eu sou o afago que transcende toda a dor e todo o sofrimento.
Eu sou o sorriso que volta a vossos lábios.
Eu sou a vibração que retorna a vossos corpos.
Eu sou vossa multidimensionalidade.
Eu sou vossa liberdade.
Filhos e filhas, neste Amor Eu sou vós.
Bênçãos e Paz.


Maria, Rainha da Paz.

Transcrição: Kartikeiya.
Revisão: Agnimitra.



Sem comentários:

Enviar um comentário